Imprimir

Informe Anual

Nome do Fundo: FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO PANAMBYCNPJ do Fundo: 00.613.094/0001-74
Data de Funcionamento: 11/03/1995Público Alvo: Investidores em Geral
Código ISIN: BRPABYCTF012Quantidade de cotas emitidas: 758.400,00
Fundo Exclusivo? NãoCotistas possuem vínculo familiar ou societário familiar? Não
Classificação autorregulação: Mandato: Desenvolvimento para VendaSegmento de Atuação: HíbridoTipo de Gestão: PassivaPrazo de Duração: Indeterminado
Data do Prazo de Duração: Encerramento do exercício social: 31/12
Mercado de negociação das cotas: MB Entidade administradora de mercado organizado:
Nome do Administrador: BANCO GENIAL S.A.CNPJ do Administrador: 45.246.410/0001-55
Endereço: PR DE BOTAFOGO, 228, SALA 907- BOTAFOGO- RIO DE JANEIRO- RJ- 22250040Telefones: 1132068000(21) 3293-3001
Site: WWW.BANCOGENIAL.COME-mail: MIDDLEADM@GENIAL.COM.VC
Competência: 12/2023

1.

Prestadores de serviços

CNPJ

Endereço

Telefone

1.1 Gestor: BANCO GENIAL S.A.45.246.410/0001-55PRAIA DE BOTAFOGO, 228, SALA 907, BOTAFOGO, RIO DE JANEIRO / RJ(21) 3923-3000
1.2 Custodiante: BANCO GENIAL S.A.45.246.410/0001-55PRAIA DE BOTAFOGO, 228, SALA 907, BOTAFOGO, RIO DE JANEIRO / RJ(21) 3923-3000
1.3 Auditor Independente: GRANT THORNTON AUDITORES INDEPENDENTES LTDA10.830.108/0001-65Av. Engenheiro Luís Carlos Berrini, 105 - 12º Andar - Itaim Bibi(11) 3886-5100
1.4 Formador de Mercado: ../-
1.5 Distribuidor de cotas: BANCO GENIAL S.A.45.246.410/0001-55PRAIA DE BOTAFOGO, 228, SALA 907, BOTAFOGO, RIO DE JANEIRO / RJ(21) 3923-3000
1.6 Consultor Especializado: ../-
1.7 Empresa Especializada para administrar as locações: ../-
1.8 Outros prestadores de serviços¹:
Não possui informação apresentada.

2.

Investimentos FII

2.1 Descrição dos negócios realizados no período
Não possui informação apresentada.

3.

Programa de investimentos para os exercícios seguintes, incluindo, se necessário, as informações descritas no item 1.1 com relação aos investimentos ainda não realizados:

Não há perspectivas de novos investimentos para o(s) proximo(s) exercício(s).

4.

Análise do administrador sobre:

4.1 Resultado do fundo no exercício findo
fundo obteve resultado patrimonial no exercício de 2023 negativo de aproximadamente R$3.988MM.
4.2 Conjuntura econômica do segmento do mercado imobiliário de atuação relativo ao período findo
N/A
4.3 Perspectiva para o período seguinte com base na composição da carteira
N/A

5.

Riscos incorridos pelos cotistas inerentes aos investimentos do FII:

Ver anexo no final do documento. Anexos
6. Valor Contábil dos ativos imobiliários do FIIValor Justo, nos termos da ICVM 516 (SIM ou NÃO)Percentual de Valorização/Desvalorização apurado no período
Relação de ativos imobiliáriosValor (R$)
Villaggio Panamby 0,00SIM0,00%
Setores 1 e 6B 0,00SIM0,00%
Setor 7 0,00SIM0,00%
Setor 8 0,00SIM0,00%
Setor 6A 0,00SIM0,00%
6.1 Critérios utilizados na referida avaliação
Villaggio Panamby: As contas a receber pela venda de lotes, conforme Escritura de Promessa de Compra e Venda Sob Condições Suspensivas, firmada em 29 e 30 de setembro de 1995, são atualizadas pela variação do IGP-M e, a partir da assinatura das Escrituras de Confissão de Dívida, atualizadas pela variação do IGP-M, acrescidas de juros anuais de 12%. Quando do "habite-se" do empreendimento, a dívida confessada é novada e substituída pelo direito de participação na receita de venda das unidades construídas. Os percentuais de participação na receita de venda são definidos nas Escrituras de Confissão de Dívida. O valor das contas a receber é baixado à medida que o Incorporador recebe e repassa ao Fundo os percentuais de participação pertencentes ao Fundo. Em cumprimento ao disposto na Instrução CVM nº 516, de 29 de dezembro de 2011, conforme alterada (“ICVM 516”), os terrenos Setor 6A e Setor 8 integrantes da carteira do Fundo foram preliminarmente reavaliados pela Administradora e tiveram seus valores ora contabilizados provisionados integralmente. Neste mesmo sentido, foram provisionados integralmente os valores ora registrados como recebíveis oriundos dos Instrumentos Particulares de Venda e Compra, firmados pela BRKB DTVM e (i) Cyrela Vermont de Investimentos Imobiliários Ltda. (“Cyrela”) em 17 de agosto de 2004, referente ao Setor 7; e (ii) Camargo Correa Desenvolvimento Imobiliário S.A. (“CCDI”) em 14 de junho de 2006, referente aos Setores 1 e 6B. Tais impactos nos registros contábeis decorrem da deterioração das perspectivas de realização dos referidos terrenos e recebíveis, diretamente associadas às sucessivas tentativas para aprovação de diferentes projetos imobiliários junto aos órgãos municipais, sem que se tenha obtido, até o presente momento, aprovação ou reprovação em caráter formal pela Prefeitura de São Paulo. Estas deteriorações nas perspectivas elevam o grau de imprevisibilidade de determinação das despesas ainda a serem incorridas para viabilizar a realização desses ativos, não sendo possível, portanto, determinar com segurança o valor realizável líquido dos mesmos. Ainda conforme disposto na ICVM 516, em períodos subsequentes tais registros continuarão sendo reavaliados e, eventualmente, quando houver evidências do aumento no valor realizável líquido dos ativos, tais provisões serão revertidas até o menor valor entre o valor do custo ou valor realizável líquido revisado.
7.Relação de processos judiciais, não sigilosos e relevantes
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
1001310-96.2021.5.02.071616ª Vara do Trabalho de São Paulo - Zona Sul - SP2ª Instância21/10/202135.484,08Reclamante: Nerivaldo de Andrade; Reclamada: Fundo de Investimentos Imobiliários Panambypossível
Principais fatos
Trata-se de reclamação trabalhista, referente a responsabilidade subsidiária: Horas extras; intervalo intrajornada; férias; 13º; reintegração ao emprego ou pagamento dos salários do período estabilitário de 10.04.2021 a 09.04.2022; reflexos do período estabilitário nos 13º salários; nas férias + 1/3; FGTS + 40% sobre verbas acima, exceto férias.
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
0022979-76.2014.4.03.6100 21ª Vara Cível da Justiça Federal de São Paulo1ª Instância01/12/2014270.766.048,00Autor: Ministério Púbico Federal (“MPF”) Réu: FIIP, BRKB/Banco Genial, Camargo Correa Desenvolvimento Imobiliário e outrospossível
Principais fatos
Declaração de nulidade de todos os atos praticados pela CETESB, incluindo a autorização de supressão de vegetação nativa do Lote A4, ressarcimento de dano ambiental e licenciamento ambiental do empreendimento pelo IBAMA, e não apenas pela CETESB.
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
0003683-63.2017.4.03.6100 21ª Vara Cível da Justiça Federal de São Paulo1ª Instância31/05/2017251.977.008,00Autor: MPF Réu: FIIP, BRKB, Cyrela Vermont de Investimentos Imobiliários Ltda. (“Cyrela”), CETESB e Município de São Paulo.possível
Principais fatos
Declaração de nulidade de todos os atos administrativos expedidos em favor de BRKB ou Cyrela de modo a preservar fragmento de Mata Atlântica, incluindo vegetação de preservação permanente e espécies de fauna e flora ameaçadas de extinção, existentes na denominada Gleba C do Projeto Urbanístico Panamby (Lotes 6 a 12).
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
1014790-75.2021.8.26.0053 10ª Vara da Fazenda Pública do Foro Central1ª Instância12/03/20211.022,15Autor: FIIP, CCDI e Cyrela Réu: Prefeitura Municipal de São Pauloremota
Principais fatos
Notificação de Protesto Interruptivo de Prescrição contra o Município de São Paulo para interromper a referida a prescrição, conservando e ressalvando, dessa forma, o seu direito de ajuizar oportunamente a competente ação para exigir do Protestado o pagamento de indenização pelos prejuízos experimentados referente ao “Projeto Urbanístico Panamby”.
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
14.0482.0000471/2013-2 4ª Promotoria de Justiça de Meio Ambiente da Capital 1ª Instância17/12/20230,00Órgão: Ministério Público do Estado de São Paulo (“MPSP”) Investigados: FIIP, BRKB e outros remota
Principais fatos
Averiguar suposto desmatamento em área com vegetação do Bioma Mata Atlântica, dos setores 1 e 6B do Loteamento Projeto Urbanístico Panamby, localizado na Av. Major Sylvio de Magalhães Padilha, entre a Rua Dona Helena Pereira de Moraes e Rua Itapaiuna, Vila Andrade, São Paulo.
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
1.34.001.006193/2014-7231º Ofício do Grupo I – Meio Ambiente e Patrimônio Histórico e Cultural1ª Instância11/09/20140,00Órgão: MPF Investigado: FIIP, BRKB e outrosremota
Principais fatos
Instaurado diante da notícia de desmatamento ilegal em área remanescente de Mata Atlântica nas adjacências do Parque Global, ou seja, mais especificamente sobre supressão de vegetação de bioma Mata Atlântica, ocorrida em atividade acelerada, pelos responsáveis legais de imóvel sitiado à Av. Major Silvio Magalhães Padilha (marginal Oeste do Rio Pinheiros – sentido Interlagos, à Av. Dona Helena e à Rua Itapaiuna, Vila Andrade, nesta Capital).
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
1.34.001.007912/2014-72 31º Ofício do Grupo I Meio Ambiente e Patrimônio Histórico1ª Instância04/12/20140,00Órgão: MPF Investigado: FIIP, BRKB e outrosremota
Principais fatos
Instaurado diante da notícia de manejo, sem autorização de órgãos ambientais competentes, de espécies nativas de Mata Atlântica, em área da empresa Cyrela Vermont de Investimentos Imobiliários LTDA., localizada entre a Marginal Oeste do Rio Pinheiros e o Parque Burle Marx, nesta Capital.
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
1.34.001.001192/2016-0131º Ofício do Grupo I – Meio Ambiente e Patrimônio Histórico1ª Instância21/03/20160,00Órgão: MPF Investigado: FIIP, BRKB e outrosremota
Principais fatos
Instaurado em razão de notícia divulgada pela imprensa de modificações inoportunas na lei de zoneamento do Município de São Paulo, que poderiam ampliar o perímetro da Operação Urbana Água Espraiada, na zona sul de São Paulo, para compreender a área do loteamento.
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
02027.001639/2014-43AdministrativoAdministrativo20/10/20140,00Autor da Fiscalização: IBAMA Autuado: FIIP, BRKB e outros remota
Principais fatos
Apuração de indevida intervenção, por meio de roçada na vegetação, efetuada nos terrenos denominados “Setor 1 e 6B”.
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
2013-0.352.842-4AdministrativoAdministrativo29/11/20130,00Autor da Fiscalização: SVMA Autuado: FIIP e BRKBremota
Principais fatos
Auto de Intimação nº 058891, que determinou a apresentação de (i) autorização para intervenção/supressão de vegetação nativa da Mata Atlântica; (ii) esclarecimentos sobre fita que delimita regiões dentro do terreno; (iii) matrículas atualizadas dos imóveis; (iv) termos de compromisso ambiental (TCA); (v) autorização para supressão ou plano de manejo de espécie ameaçada de extinção, segundo lista oficial.
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
6021.2023/0022353-6AdministrativoAdministrativo05/04/20230,00Localização: Prefeitura do Município de São Paulo Interessados: FIIP, BRKB, Cyrela Vermont de Investimento Imobiliário Ltda. e Camargo Correia Desenvolvimento Imobiliário S.A.remota
Principais fatos
Trata-se de processo administrativo deflagrado na Prefeitura do Município de São Paulo (“Protocolo de Intenções”) para propor a ampliação do Parque Burle Marx, mediante a inclusão dos imóveis de propriedade dos Interessados na categoria “parque” proposta no Quadro 7 do Plano Diretor Estratégico, de 2014 (“PDE/14”), em troca da Transferência do Direito de Construir (“TDC”), intencionando obter a extinção das Ações Civis Públicas (itens 1.1 e 1.2) e o encerramento dos Inquéritos Civis nº 1.34.001.007912/2014 e 1.34.001.001192/2016 (itens 2.3 e 2.4).
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
6068.2023/0010940-3AdministrativoAdministrativo21/11/20230,00Localização: Prefeitura do Município de São Paulo; Interessados: Banco Genial S.A., FIIP, Cyrela Vermont de Investimento Imobiliário Ltda. e Camargo Correia Desenvolvimento Imobiliário S.Aremota
Principais fatos
Trata-se de processo administrativo deflagrado na Prefeitura do Município de São Paulo para propor a doação de áreas para ampliação do Parque Burle Marx em troca da Transferência do Direito de Construir (“TDC”), intencionando obter a extinção das Ações Civis Públicas (itens 1.1 e 1.2) e o encerramento dos Inquéritos Civis nº 1.34.001.007912/2014 e 1.34.001.001192/2016 (itens 2.3 e 2.4).
Análise do impacto em caso de perda do processo
Não aplicável
8.Relação de processos judiciais, repetitivos ou conexos, baseados em causas jurídicas semelhantes, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
9.Análise dos impactos em caso de perda e valores envolvidos relacionados aos processos judiciais sigilosos relevantes:
Não possui informação apresentada.

10.

Assembleia Geral

10.1 Endereços (físico ou eletrônico) nos quais os documentos relativos à assembleia geral estarão à disposição dos cotistas para análise:
Praia de Botafogo, n° 228, sala 907 – Parte, Botafogo, CEP 22.250-906, Rio de Janeiro/RJ
https://www.bancogenial.com/pt-BR/AdministracaoFiduciaria/FundsSelect
10.2 Indicação dos meios de comunicação disponibilizados aos cotistas para (i) a inclusão de matérias na ordem do dia de assembleias gerais e o envio de documentos pertinentes às deliberações propostas; (ii) solicitação de lista de endereços físicos e eletrônicos dos demais cotistas para envio de pedido público de procuração.
(i) e-mail: assembleia@genial.com.vc; (ii) telefones: (11) 2137-8888, (21) 2169-9999; (iii) endereço: Praia de Botafogo, nº 228, sala 907, CEP: 22.250-040 - Rio de Janeiro – RJ (aos cuidados do Sr. Rodrigo Godoy)
10.3 Descrição das regras e procedimentos aplicáveis à participação dos cotistas em assembleias gerais, incluindo (i) formalidades exigidas para a comprovação da qualidade de cotista e representação de cotistas em assembleia; (ii) procedimentos para a realização de consultas formais, se admitidas em regulamento; (iii) regras e procedimentos para a participação à distância e envio de comunicação escrita ou eletrônica de voto.
Nos termos do Regulamento do Fundo e da regulamentação vigente, na data da realização da convocação até a data da efetiva realização da assembleia geral, o Administrador disponibilizará, na página por ele mantida na rede mundial de computadores, todas as informações para a participação dos Cotistas na assembleia geral e todos os documentos necessários ao exercício do direito de voto pelos Cotistas. i) Para comprovação da qualidade de cotista e representação de cotista em assembleia, independentemente do voto ser proferido presencialmente ou a distância, o Administrador deverá receber cópia do documento de identificação, com validade em todo o território nacional (Considera-se “documentação de identificação” qualquer documento de identificação válido, no caso de cotista pessoa física, ou em caso de pessoa jurídica ou fundo de investimento, documento de identificação válido do(s) representante(s) acompanhado do estatuto/contrato social ou do regulamento e procuração específica para comprovar poderes. Em caso de cotista representado por procurador, a procuração deve trazer poderes específicos para prática do voto, estar com firma reconhecida e ter sido outorgada há menos de 1 (um) ano). ii) Conforme o Regulamento do Fundo, as deliberações da assembleia geral poderão ser tomadas mediante processo de consulta, formalizada por escrito, dirigida pelo Administrador a cada Cotista, devendo constar da consulta todos os elementos informativos necessários ao exercício do direito de voto, cuja resposta deverá ser enviada pelos Cotistas ao Administrador no prazo máximo de 30 (trinta) ou 15 (quinze) dias, conforme se trate de assembleia geral ordinária ou extraordinária, respectivamente, observadas as formalidades previstas nos arts. 19, 19-A e 41, I e II da Instrução CVM 472. iii) Para a participação à distância na assembleia geral, os cotistas enviarão o voto, juntamente com a documentação de identificação, para o endereço eletrônico indicado no edital de convocação, dentro do prazo limite nele estabelecido. Os cotistas poderão, conforme o caso e se previsto no edital de convocação, proferir o voto em sistema eletrônico de assembleia virtual disponibilizado pelo Administrador. Todos os procedimentos, regras e prazos para a participação nas assembleias gerais estarão sempre dispostos no edital de convocação.
10.3 Práticas para a realização de assembleia por meio eletrônico.
A assembleia por meio eletrônico poderá ocorrer (i) por meio de plataforma digital desenvolvida para este fim específico, sendo certo que todas as regras e procedimentos para a participação dos cotistas e para o regular exercício do direito de voto pelos cotistas serão previamente informadas pelo Administrador através do edital de convocação; e/ou (ii) por meio de aplicativo de reunião on-line, através de link que será disponibilizado pelo Administrador através do edital de convocação, sendo certo que os procedimentos para o regular exercício do direito de voto pelos cotistas também serão previamente informadas pelo Administrador através do edital de convocação e, sempre que possível, a reunião será gravada e ficará arquivada na sede do Administrador.

11.

Remuneração do Administrador

11.1Política de remuneração definida em regulamento:
O Administrador fará jus a uma remuneração, a título de participação nos resultados apurados pelo Fundo na alienação dos lotes que integram seu patrimônio inicial. Tal remuneração corresponderá a 1,99% (um inteiro e noventa e nove centésimos por cento) do valor efetivamente disponível para pagamento aos cotistas, sob a forma de distribuição de resultados. Essa remuneração terá alocação própria de acordo com os seguintes percentuais: (a) 28,64% (vinte e oito inteiros e sessenta e quatro centésimos por cento) da referida remuneração será disponibilizada ao Administrador para sua livre utilização, enquanto (b) 71,36% (setenta e um inteiros e trinta e seis centésimos por cento) será utilizada pelo Administrador para efetuar as seguintes compensações: (i) do saldo do valor dos adiantamentos, de acordo com o disposto no Artigo 32, item III, parágrafo 3, sub-item I do Regulamento do Fundo, (ii) do saldo da quantia de R$ 235.514,00, de acordo com o disposto no Artigo 32, item III, parágrafo 3, sub-item II do Regulamento do Fundo.
Valor pago no ano de referência (R$):% sobre o patrimônio contábil:% sobre o patrimônio a valor de mercado:
0,000,00%0,00%

12.

Governança

12.1Representante(s) de cotistas
Representante 1
Nome: CAIXA DE PREVID.DOS FUNC.DO BANCO DO BRASILIdade: N/A
Profissão: EFPC - Emp. PúblicaCPF: 33.754.482/0001-24
E-mail: gerin@previ.com.brFormação acadêmica:
Forma de remuneração (conforme definido em Assembleia): Valor pago no ano de referência (R$): 0,00
% sobre o patrimônio contábil: 27,45%% sobre o patrimônio a valor de mercado: NaN
Quantidade de cotas detidas do FII: 208.198,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data da eleição em Assembleia Geral: //
Término do Mandato: //
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Não possui informação apresentada.
Não possui informação apresentada.
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
Representante 2
Nome: FUNDACAO PETROBRAS DE SEGURIDADE SOCIAL PETROSIdade: N/A
Profissão: EFPC - Emp. PúblicaCPF: 34.053.942/0001-50
E-mail: Formação acadêmica: N/A
Forma de remuneração (conforme definido em Assembleia): Valor pago no ano de referência (R$): 0,00
% sobre o patrimônio contábil: 23,33%% sobre o patrimônio a valor de mercado: NaN
Quantidade de cotas detidas do FII: 176.960,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data da eleição em Assembleia Geral: //
Término do Mandato: //
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Não possui informação apresentada.
Não possui informação apresentada.
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
Representante 3
Nome: BRADESCO CAPITALIZACAO S AIdade: N/A
Profissão: CapitalizaçãoCPF: 33.010.851/0001-74
E-mail: Formação acadêmica: N/A
Forma de remuneração (conforme definido em Assembleia): N/AValor pago no ano de referência (R$): 0,00
% sobre o patrimônio contábil: 16,05%% sobre o patrimônio a valor de mercado: NaN
Quantidade de cotas detidas do FII: 121.738,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data da eleição em Assembleia Geral: //
Término do Mandato: //
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Não possui informação apresentada.
Não possui informação apresentada.
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
Representante 4
Nome: FUND VALE DO RIO DOCE SEG SOCIAL VALIAIdade: N/A
Profissão: EFPC - Emp. PrivadaCPF: 42.271.429/0001-63
E-mail: Formação acadêmica: N/A
Forma de remuneração (conforme definido em Assembleia): N/AValor pago no ano de referência (R$): 0,00
% sobre o patrimônio contábil: 11,73%% sobre o patrimônio a valor de mercado: NaN
Quantidade de cotas detidas do FII: 88.986,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data da eleição em Assembleia Geral: //
Término do Mandato: //
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Não possui informação apresentada.
Não possui informação apresentada.
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
Representante 5
Nome: INFRAPREV INST. INFRAERO DE SEGURID.SOCIALIdade: N/A
Profissão: EFPC - Emp. PúblicaCPF: 27.644.368/0001-49
E-mail: Formação acadêmica: N/A
Forma de remuneração (conforme definido em Assembleia): N/AValor pago no ano de referência (R$): 0,00
% sobre o patrimônio contábil: 7,14%% sobre o patrimônio a valor de mercado: NaN
Quantidade de cotas detidas do FII: 54.168,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data da eleição em Assembleia Geral: //
Término do Mandato: //
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Não possui informação apresentada.
Não possui informação apresentada.
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
12.2Diretor Responsável pelo FII
Nome: Rodrigo de GodoyIdade: 50
Profissão: DiretorCPF: 665141777
E-mail: atendimentocvm@genial.com.vcFormação acadêmica: Administrador
Quantidade de cotas detidas do FII: 0,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data de início na função: 23/01/2019
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Nome da EmpresaPeríodoCargo e funções inerentes ao cargoAtividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram
BANCO GENIAL S.A.2016/AtualDiretorInstituição Financeira
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminalN/A
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadasN/A
13.Distribuição de cotistas, segundo o percentual de cotas adquirido.
Faixas de PulverizaçãoNº de cotistasNº de cotas detidas% de cotas detido em relação ao total emitido% detido por PF% detido por PJ
Até 5% das cotas 642,00180.800,0023,85%33,62%66,38%
Acima de 5% até 10% 1,0054.168,007,14%0,00%100,00%
Acima de 10% até 15% 2,00193.496,0025,51%0,00%100,00%
Acima de 15% até 20% 1,00121.738,0016,05%0,00%100,00%
Acima de 20% até 30% 1,00208.198,0027,45%0,00%100,00%
Acima de 30% até 40%
Acima de 40% até 50%
Acima de 50%

14.

Transações a que se refere o art. 34 e inciso IX do art.35, da Instrução CVM nº 472, de 2008

Não possui informação apresentada.

15.

Política de divulgação de informações

15.1 Descrever a política de divulgação de ato ou fato relevante adotada pelo administrador, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores, indicando os procedimentos relativos à manutenção de sigilo acerca de informações relevantes não divulgadas, locais onde estarão disponíveis tais informações, entre outros aspectos.
A Política de Divulgação de Fato Relevante do Administrador estabelece diretrizes e procedimentos a serem por ele observados quando da divulgação de fato relevante. Vale destacar que a divulgação de fato relevante deve ocorrer imediatamente após a ciência, pelo Administrador, do fato que o motivou. No mesmo sentido, a divulgação dos fatos relevantes deverá ocorrer de modo a garantir aos cotistas e aos demais investidores o acesso às informações completas e tempestivas, assegurando a igualdade e a transparência da transmissão dessa informação a todos os interessados, sem privilegiar alguns em detrimento de outros. A divulgação dos fatos relevantes se dará por meio do Sistema de Envio de Documentos disponível na página CVM, da página do Administrador na rede mundial de computadores, e, da entidade administradora de mercado organizado onde as cotas do Fundo estejam admitidas à negociação, quando for o caso, sem prejuízo de outro meio que o Administrador entenda necessário.
15.2 Descrever a política de negociação de cotas do fundo, se houver, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
A política está descrita no regulamento do Fundo, disponível no link abaixo: https://www.bancogenial.com/pt-BR/AdministracaoFiduciaria/Fund/478
15.3 Descrever a política de exercício do direito de voto em participações societárias do fundo, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
A política está descrita no regulamento do Fundo, disponível no link abaixo: https://www.bancogenial.com/pt-BR/AdministracaoFiduciaria/Fund/478
15.4 Relacionar os funcionários responsáveis pela implantação, manutenção, avaliação e fiscalização da política de divulgação de informações, se for o caso.
O Administrador possui equipes direcionadas para assegurar o cumprimento da política de divulgação de informações do Fundo.
16.Regras e prazos para chamada de capital do fundo:
As regras e prazos para chamada de capital do Fundo, se houver, estarão previstas nos documentos relativos às ofertas de distribuição de cada emissão de cotas.

Anexos
5.Riscos

Nota

1.A relação de prestadores de serviços de que trata o item 1.8 deve ser indicada quando o referido prestador de serviços representar mais de 5% das despesas do FII