Imprimir

Informe Anual

Nome do Fundo: NF CAPITAL FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIOCNPJ do Fundo: 24.774.904/0001-32
Data de Funcionamento: 22/09/2017Público Alvo: Investidor Profissional
Código ISIN: Quantidade de cotas emitidas: 37.408,16
Fundo Exclusivo? SimCotistas possuem vínculo familiar ou societário familiar? Não
Classificação autorregulação: Mandato: Segmento de Atuação: Tipo de Gestão: Prazo de Duração: Indeterminado
Data do Prazo de Duração: Encerramento do exercício social: 31/12
Mercado de negociação das cotas: MB Entidade administradora de mercado organizado:
Nome do Administrador: FINAXIS CORRETORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A.CNPJ do Administrador: 03.317.692/0001-94
Endereço: Avenida Paulista, 1842, Torre Norte 1º andar cj. 17- Cerqueira Cesar- São Paulo- SP- 01310-923Telefones: (11) 3526 9001
Site: http://finaxis.com.br/E-mail: informacoesfundos@finaxis.com.br
Competência: 12/2018

1.

Prestadores de serviços

CNPJ

Endereço

Telefone

1.1 Gestor: Jera Capital Gestão de Recursos Ltda.09.146.756/0001-18Rua Iguatemi, nº 448, cj. 701, São Paulo, SP(11) 3181-4744
1.2 Custodiante: Banco Finaxis S.A. 11.758.741/0001-52Rua Pasteur, 463, 11º andar, Curitiba-PR(41) 3074-0909
1.3 Auditor Independente: BDO RCS Auditores Independentes 07.119.626/0001-60 Rua Major Quedinho, 90, São Paulo, SP(11) 3848 5880
1.4 Formador de Mercado: ../-
1.5 Distribuidor de cotas: ../-
1.6 Consultor Especializado: ../-
1.7 Empresa Especializada para administrar as locações: ../-
1.8 Outros prestadores de serviços¹:
Não possui informação apresentada.

2.

Investimentos FII

2.1 Descrição dos negócios realizados no período
Não possui informação apresentada.

3.

Programa de investimentos para os exercícios seguintes, incluindo, se necessário, as informações descritas no item 1.1 com relação aos investimentos ainda não realizados:

Não possui informação apresentada.

4.

Análise do administrador sobre:

4.1 Resultado do fundo no exercício findo
O fundo auferiu receita bruta de R$ 540,02. As despesas do período totalizaram R$ 585.490,81. Com isso, o fundo totalizou um prejuízo de R$ 584 mil.
4.2 Conjuntura econômica do segmento do mercado imobiliário de atuação relativo ao período findo
Tivemos no ano de 2018 uma leve retomada do setor imobiliário, os sinais apesar de parcos, foram positivos como um todo no cenário macroeconômico, se analisarmos o resultado anualizado dos ativos imobiliários: o IFIX, por exemplo, apresentou valorização de 5,61 %, ante CDI 6,42% em 2018. Deve-se levar em consideração ano eleitoral conturbado que tivemos, e que, em situações normais de eleição, já é praxe haver adiamentos de investimentos pelos agentes econômicos, a fim de entender os sinais e moldar as expectativas para o próximo mandato presidencial. Com a redução da taxa de juros, controle da inflação no ano e o saldo positivo na criação de emprego após três anos no vermelho nos induz a crer que adentramos a um novo ciclo de negócios, e que sua vitalidade e longevidade será sinalizada com as medidas e reestruturações do cenário político, macro e microeconômicos findo. Além disso, a captação da poupança superou os saques em 2018, sendo o melhor resultado nos últimos 5 anos, impactando positivamente o segmento habitacional, tendo em vista que é uma das fontes de crédito para financiamentos imobiliários habitacionais. O segmento de shoppings enfrentou um cenário mais favorável que nos últimos anos, no acumulado do ano houve crescimento de 6,56 % em comparação a 2017. Muito se deve ao aumento do índice de confiança do consumidor e aos novos modelos de negócios adotados pelos empreendimentos. O segmento de habitação terminou o ano com estoque considerado baixo, enquanto os preços médios de vendas dos imóveis residenciais prontos tendem a estabilidade no período, segundo o índice FipeZap. O somatório desses fatores levou ao aumento dos lançamentos de unidades de 3,1% A/A, no acumulado do período, segundo o estudo apresentado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC). Por fim, não devemos perder de vista o cenário desafiador dos últimos anos e nem tão pouco descorrelacionar o insumo principal do setor, que é confiança.
4.3 Perspectiva para o período seguinte com base na composição da carteira
A perspectiva da economia real é altamente correlacionada com a ótica do setor imobiliário e está, por sua vez, tem demonstrado amparo positivo nas expectativas macroeconômicas sinalizadas. O mercado ainda crê numa possível redução da taxa de juro, possibilitando menor spread bancários para aquisição de imóveis e bens duráveis. Na perspectiva do posicionamento do investidas FII, ela(s) sofrerá(ão) diretamente o impacto de qualquer nuance nesse sentido, diminuindo a vacância esperada para 2019 no setor shopping Centers e hoteleiro.

5.

Riscos incorridos pelos cotistas inerentes aos investimentos do FII:

Ver anexo no final do documento. Anexos
6. Valor Contábil dos ativos imobiliários do FIIValor Justo, nos termos da ICVM 516 (SIM ou NÃO)Percentual de Valorização/Desvalorização apurado no período
Relação de ativos imobiliáriosValor (R$)
FGRP FII36.277.871,15SIM0,00%
OSASCO PROPERTIES FII470.561,54SIM0,00%
6.1 Critérios utilizados na referida avaliação
Consideramos o valor da cota patrimonial dos fundos imobiliários investidos como valor justo, tendo em vista que tais fundos são administrados por instituições reguladas pela CVM e sujeitas ao cumprimento das disposições contidas na ICVM 516. Sendo assim, presumimos que os ativos imobiliários constantes na carteira do fundo imobiliário investido foram contabilizados conforme disposições contidas na ICVM 516.
7.Relação de processos judiciais, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
8.Relação de processos judiciais, repetitivos ou conexos, baseados em causas jurídicas semelhantes, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
9.Análise dos impactos em caso de perda e valores envolvidos relacionados aos processos judiciais sigilosos relevantes:
Não possui informação apresentada.

10.

Assembleia Geral

10.1 Endereços (físico ou eletrônico) nos quais os documentos relativos à assembleia geral estarão à disposição dos cotistas para análise:
Avenida Paulista, nº 1842, 1º andar, conjunto 17, Bela Vista, CEP 01310-923
https://fnet.bmfbovespa.com.br; http://finaxis.com.br/
10.2 Indicação dos meios de comunicação disponibilizados aos cotistas para (i) a inclusão de matérias na ordem do dia de assembleias gerais e o envio de documentos pertinentes às deliberações propostas; (ii) solicitação de lista de endereços físicos e eletrônicos dos demais cotistas para envio de pedido público de procuração.
Os documentos ou informações estarão disponíveis nos endereços físicos e eletrônicos do ADMINISTRADOR: na Cidade e Estado de São Paulo na Avenida Paulista nº 1842, Torre Norte, 1º andar, conjunto 17, Bela Vista, CEP 01310-923 e http://finaxis.com.br/
10.3 Descrição das regras e procedimentos aplicáveis à participação dos cotistas em assembleias gerais, incluindo (i) formalidades exigidas para a comprovação da qualidade de cotista e representação de cotistas em assembleia; (ii) procedimentos para a realização de consultas formais, se admitidas em regulamento; (iii) regras e procedimentos para a participação à distância e envio de comunicação escrita ou eletrônica de voto.
Somente poderão votar na assembleia geral os quotistas inscritos no registro de quotistas na data da convocação da assembleia, seus representantes legais ou procuradores legalmente constituídos há menos de 1 (um) ano; As deliberações das Assembleias Gerais de Cotistas serão tomadas pela maioria simples dos votos dos Cotistas presentes às respectivas Assembleias Gerais de Cotistas, As deliberações da Assembleia poderão ser adotadas mediante processo de consulta formal, desde que observadas as formalidades previstas na Instrução CVM 472.
10.3 Práticas para a realização de assembleia por meio eletrônico.
Não se aplica.

11.

Remuneração do Administrador

11.1Política de remuneração definida em regulamento:
Pela prestação dos serviços de administração do Fundo, que incluem as atividades de controle e processamento dos ativos financeiros, a distribuição de cotas e a escrituração da emissão e resgate de Cotas, bem como os serviços de custódia, o Fundo pagará à Administradora o montante calculado de acordo com os percentuais estabelecidos na tabela abaixo em forma de cascata, ou seja, o valor total devido será a somatória dos valores proporcionais apurados para cada faixa de patrimônio líquido, observado o pagamento do valor mínimo mensal de R$ 18.000,00 (dezoito mil reais), atualizado anualmente pelo IGP-M, dos dois, o que for maior. Patrimônio Líquido em milhões de reais Percentual para apuração da taxa (%) a.a. Até 100 0,20% Acima de 100 0,15%
Valor pago no ano de referência (R$):% sobre o patrimônio contábil:% sobre o patrimônio a valor de mercado:
NaNNaNNaN

12.

Governança

12.1Representante(s) de cotistas
Não possui informação apresentada.
12.2Diretor Responsável pelo FII
Nome: Ricardo Augusto Meira PedroIdade: 54
Profissão: BancárioCPF: 049.951.318-50
E-mail: ricardo.pedro@finaxis.com.brFormação acadêmica: Administrador
Quantidade de cotas detidas do FII: 0,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data de início na função: 30/11/2015
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Nome da EmpresaPeríodoCargo e funções inerentes ao cargoAtividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram
Foco DTVM Ltda.Agosto/2012 a Outubro/2015Administrador de Recursos de TerceirosAdministração de Recursos de Terceiros
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
13.Distribuição de cotistas, segundo o percentual de cotas adquirido.
Faixas de PulverizaçãoNº de cotistasNº de cotas detidas% de cotas detido em relação ao total emitido% detido por PF% detido por PJ
Até 5% das cotas
Acima de 5% até 10%
Acima de 10% até 15%
Acima de 15% até 20%
Acima de 20% até 30%
Acima de 30% até 40%
Acima de 40% até 50%
Acima de 50% 1,0037.408,16100,00%100,00%

14.

Transações a que se refere o art. 34 e inciso IX do art.35, da Instrução CVM nº 472, de 2008

Não possui informação apresentada.

15.

Política de divulgação de informações

15.1 Descrever a política de divulgação de ato ou fato relevante adotada pelo administrador, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores, indicando os procedimentos relativos à manutenção de sigilo acerca de informações relevantes não divulgadas, locais onde estarão disponíveis tais informações, entre outros aspectos.
Não possui informação apresentada.
15.2 Descrever a política de negociação de cotas do fundo, se houver, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
Não possui informação apresentada.
15.3 Descrever a política de exercício do direito de voto em participações societárias do fundo, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
Não possui informação apresentada.
15.4 Relacionar os funcionários responsáveis pela implantação, manutenção, avaliação e fiscalização da política de divulgação de informações, se for o caso.
Não possui informação apresentada.
16.Regras e prazos para chamada de capital do fundo:
Não possui informação apresentada.

Anexos
5.Riscos

Nota

1.A relação de prestadores de serviços de que trata o item 1.8 deve ser indicada quando o referido prestador de serviços representar mais de 5% das despesas do FII