Imprimir

Informe Anual

Nome do Fundo: FII CONTINENTAL SQUARE FARIA LIMACNPJ do Fundo: 04.141.645/0001-03
Data de Funcionamento: 29/08/2000Público Alvo: Investidores em Geral
Código ISIN: BRFLMACTF009Quantidade de cotas emitidas: 69.033.500,00
Fundo Exclusivo? NãoCotistas possuem vínculo familiar ou societário familiar? Não
Classificação autorregulação: Mandato: RendaSegmento de Atuação: HíbridoTipo de Gestão: AtivaPrazo de Duração: Indeterminado
Data do Prazo de Duração: Encerramento do exercício social: 31/12
Mercado de negociação das cotas: Bolsa Entidade administradora de mercado organizado: BM&FBOVESPA
Nome do Administrador: BR-CAPITAL DTVM S.A.CNPJ do Administrador: 44.077.014/0001-89
Endereço: AVENIDA NAÇÕES UNIDAS, 11857, CJ. 111- BROOKLIN NOVO- SÃO PAULO- SP- 04578908Telefones: 11-5508.3500
Site: WWW.BRCAPITAL.COM.BRE-mail: brcapital@brcapital.com.br
Competência: 12/2018

1.

Prestadores de serviços

CNPJ

Endereço

Telefone

1.1 Gestor: BR-CAPITAL DISTRIBUIDORA DE TITULOS E VALORES MOBILIÁRIOS SA44.077.014/0001-89AVENIDA NAÇÕES UNIDAS, 11857 - CJ. 111 - SÃO PAULO -SP11-5508.3500
1.2 Custodiante: ../-
1.3 Auditor Independente: RSM BRASIL AUDITORES INDEPENDENTES SOCIEDADE SIMPLES16.549.480/0001-84RUA DO ROCIO, 350 - 4º ANDAR - SÃO PAULO - SP11-2348.1000
1.4 Formador de Mercado: ../-
1.5 Distribuidor de cotas: ../-
1.6 Consultor Especializado: UNITAS CONSULTORIA E EMPREENDIMENTOS LTDA.61.458.998/0001-67AVENIDA NAÇÕES UNIDAS, 11857 - CJ. 111 - SÃO PAULO -SP11-5508.3500
1.7 Empresa Especializada para administrar as locações: ../-

1.8

Outros prestadores de serviços¹:

CNPJ

Endereço

Telefone

Itaú Corretora de Valores S/A61.194.353/0001-64Av Brig Faria Lima 3400 10º and. São Paulo - SP11-2740.2575

2.

Investimentos FII

2.1 Descrição dos negócios realizados no período
Não possui informação apresentada.

3.

Programa de investimentos para os exercícios seguintes, incluindo, se necessário, as informações descritas no item 1.1 com relação aos investimentos ainda não realizados:

não há previsão

4.

Análise do administrador sobre:

4.1 Resultado do fundo no exercício findo
O Fundo apurou um resultado positivo de R$ 9.432.405,34 no período. Neste exercício foram distribuidos R$ 9.325.071,57 de renda aos cotistas.
4.2 Conjuntura econômica do segmento do mercado imobiliário de atuação relativo ao período findo
Segundo dados da ABIH-SP (Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado de São Paulo), São Paulo fechou o ano com uma média de 54,08% de ocupação hoteleira, quase três pontos percentuais acima do que o registrado em 2017. O FOHB (Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil ), também analisou os resultados por categoria hoteleira de 389 hotéis de redes associadas e registrou crescimento de desempenho em todas elas. Os hotéis econômicos tiveram aumento de 4,9%, enquanto o midscale cresceu 7,8% e o upscale cresceu 5,9%. Na diária média, acréscimos de 2,2% no Econômico, 1,8% no Midscale, e 1,8% do upscale. No RevPar, increementos de 7,1% no Econômico, 9,8% no midscale e 7,7% no upscale. O mercado corporativo Classes A e A+ de São Paulo registrou uma absorção líquida durante o ano de 2018 próxima dos 200 mil m², o maior volume registrado nos últimos cinco anos, segundo dados da Cushman & Wakefield. A melhora na absorção liquida, e a redução da vacância para taxas próximas as de 2013 e 2014 (21,5% em dezembro de 2018), demonstra uma retomada do mercado corporativo de alto padrão em São Paulo. Apesar do aquecimento do mercado, o preço médio pedido para locação na capital paulista caiu 7%, de R$ 95,8 por m² ao mês em dezembro de 2017, para R$ 89,1 por m² em dezembro de 2018. Os escritórios do Fundo apresentam baixa taxa de vacância (inferior à taxa de vacância média da cidade de São Paulo de empreendimentos Classe A), iniciando o ano de 2019 com apenas duas unidades disponíveis para locação, com preços médios de locação em linha aos preços médios pedidos na região em edifícios com qualidade semelhante.
4.3 Perspectiva para o período seguinte com base na composição da carteira
O ano de 2019 teve um início mais promissor, com maior confiança do mercado nas novas políticas econômicas esperadas, acreditando nas mudanças que a equipe de ministros do novo governo poderá promover no país. No entanto, as projeções de crescimento do PIB que iniciaram o ano em patamares em torno de 2,5%, já sofreram reduções neste primeiro trimestre, de forma que hoje o mercado estima um crescimento de 2% de PIB, impactado principalmente pelas instabilidades políticas, e pelas incertezas das reformas tão esperadas pelo mercado financeiro. Na contramão das reduções de crescimento da economia brasileira, o setor hoteleiro de São Paulo ainda permanece otimista com relação à recuperação da atividade, ainda mais após os resultados surpreendentes alcançados no segundo semestre 2018. As projeções do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB) para a cidade de São Paulo é alcançar crescimentos em todos os índices – Taxa de Ocupação, Diária Média e Revpar, com maior peso na recuperação da Diária Média frente à recuperação da demanda. Para o Pullman São Paulo Vila Olímpia, o cenário de 2019 é um tanto diferente do histórico de 2018, visto que os contratos com as tripulações que traziam um volume garantido de hospedagem não foram renovados, pela inviabilidade de se renegociar um aumento de tarifas com estes clientes. Desta forma todo o planejamento de Vendas e Revenue Management foi refeito buscando recuperação em outros segmentos de negócios, principalmente em reservas individuais durante os dias de semana. A expectativa do hotel é ter uma Taxa de Ocupação menor do que o realizado no ano passado em função da perda de volume considerável da tripulação em dias de baixa, mas o grande crescimento na Diária Média principalmente nos dias de semana irá compensar o crescimento do Revpar. Além deste crescimento na Receita de Hospedagem, a expectativa do hotel também é positiva para as Receitas de Eventos e A&B. O posicionamento estratégico do nosso Centro de Convenções tem se destacado cada vez mais no mercado de São Paulo, com grande procura por clientes dos mais diversos segmentos de negócios. E o posicionamento atual do restaurante HUB Food & Art Lounge em 1º lugar no ranking do TripAdvisor como o melhor restaurante de São Paulo tem trazido um incremento de receitas para Alimentos e Bebidas muito acima das expectativas iniciais. A retomada econômica, mesmo que em ritmo lento, causa impactos diretos em toda a cadeia imobiliária, impulsionando o aumento da procura por novos espaços corporativos ou ampliação de área ocupada. A escassez de novos projetos para ser entregue nos próximos anos, em especial na região da Vila Olímpia, elevará os valores de locação no médio prazo. Aliado a esse contexto, os parâmetros da nova Lei de Uso e Ocupação do Solo elevam os custos dos novos projetos, justificando a construção de novos empreendimentos apenas com preços de locação mais elevados.

5.

Riscos incorridos pelos cotistas inerentes aos investimentos do FII:

Ver anexo no final do documento. Anexos
6. Valor Contábil dos ativos imobiliários do FIIValor Justo, nos termos da ICVM 516 (SIM ou NÃO)Percentual de Valorização/Desvalorização apurado no período
Relação de ativos imobiliáriosValor (R$)
Cond Continental Square Faria Lima 18 conjuntos132.969.017,00SIM0,71%
75% do Hotel Pullman Vila Olimpia63.007.498,00SIM14,29%
6.1 Critérios utilizados na referida avaliação
Os conjuntos foram avaliados, em dezembro/2018, pelo “Método comparativo direto de dados de mercado”, acrescido em 2018 pelos investimentos efetuados. A participação do Fundo no Hotel foi avaliada, em dezembro/2018, pelo "Método da Renda" na sua variante de Valor Econômico por Fluxo de Caixa Descontado.
7.Relação de processos judiciais, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
8.Relação de processos judiciais, repetitivos ou conexos, baseados em causas jurídicas semelhantes, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
9.Análise dos impactos em caso de perda e valores envolvidos relacionados aos processos judiciais sigilosos relevantes:
Não possui informação apresentada.

10.

Assembleia Geral

10.1 Endereços (físico ou eletrônico) nos quais os documentos relativos à assembleia geral estarão à disposição dos cotistas para análise:
AVENIDA NAÇÕES UNIDAS, 11.857 - CJ. 111 - BROOKLIN NOVO - SÃO PAULO - SP
brcapital@brcapital.com.br
10.2 Indicação dos meios de comunicação disponibilizados aos cotistas para (i) a inclusão de matérias na ordem do dia de assembleias gerais e o envio de documentos pertinentes às deliberações propostas; (ii) solicitação de lista de endereços físicos e eletrônicos dos demais cotistas para envio de pedido público de procuração.
Os cotistas poderão utilizar a via postal, ou comparecer em nossa sede na Avenida Nações Unidas, 11.857 - cj. 111 - 04578-908 - São Paulo - SP.
10.3 Descrição das regras e procedimentos aplicáveis à participação dos cotistas em assembleias gerais, incluindo (i) formalidades exigidas para a comprovação da qualidade de cotista e representação de cotistas em assembleia; (ii) procedimentos para a realização de consultas formais, se admitidas em regulamento; (iii) regras e procedimentos para a participação à distância e envio de comunicação escrita ou eletrônica de voto.
Poderão votar na assembleia geral os cotistas inscritos no registro de cotistas na data da convocação da assembleia, seus representantes legais ou procuradores legalmente constituídos há menos de 1 (um) ano. Para a comprovação da qualidade de cotista, ou representante legal/procurador de cotista, será exigida identificação pessoal, cópia dos documentos que comprovem a representação legal do cotista ou procuração. Na eventualidade de consultas formais, esta será formalizada em carta, telex, telegrama, fac-símile ou e-mail dirigido pela Administradora a cada Cotista para resposta no prazo máximo de 30 (trinta) dias. Não existe previsão no Regulamento do Fundo para participação à distância nas Assembleias.
10.3 Práticas para a realização de assembleia por meio eletrônico.
Não existe previsão no Regulamento do Fundo para a realização de Assembleias por meio eletrônico.

11.

Remuneração do Administrador

11.1Política de remuneração definida em regulamento:
A taxa de administração é calculada mensalmente à razão de 2% (dois por cento) do resultado a ser distribuído aos cotistas conforme definido no parágrafo 4º, artigo 10 do Regulamento do Fundo, assegurando um valor mínimo equivalente a R$ 5mil mensal, nos termos do previsto no artigo 36 da Instrução CVM 472 (Taxa de Administração), sendo paga à administradora no mês subsequente à prestação dos serviços.
Valor pago no ano de referência (R$):% sobre o patrimônio contábil:% sobre o patrimônio a valor de mercado:
214.506,690,11%0,11%

12.

Governança

12.1Representante(s) de cotistas
Não possui informação apresentada.
12.2Diretor Responsável pelo FII
Nome: CAROLINA ANDREA GARISTO GREGORIOIdade: 39 ANOS
Profissão: Engenheira CivilCPF: 21715650808
E-mail: carolina.gregorio@unitas.com.brFormação acadêmica: Engenharia Civil
Quantidade de cotas detidas do FII: 0,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data de início na função: 31/07/2016
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Nome da EmpresaPeríodoCargo e funções inerentes ao cargoAtividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram
BR-CAPITAL D.T.V.M. S.A.2016 até apresente dataDiretoraDistribuidora de Títulos e Valores Mobiliários
UNITAS CONSULTORIA E EMPREENDIMENTOS LTDA.2016 até apresente dataDiretoraConsultoria Imobiliária, Estruturação e Desenvolvimento de Empreendimentos Imobiliária.
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
13.Distribuição de cotistas, segundo o percentual de cotas adquirido.
Faixas de PulverizaçãoNº de cotistasNº de cotas detidas% de cotas detido em relação ao total emitido% detido por PF% detido por PJ
Até 5% das cotas 8.762,0056.959.214,0082,51%81,11%1,40%
Acima de 5% até 10% 1,004.390.722,006,36%6,36%
Acima de 10% até 15% 1,007.683.564,0011,13%11,13%
Acima de 15% até 20%
Acima de 20% até 30%
Acima de 30% até 40%
Acima de 40% até 50%
Acima de 50%

14.

Transações a que se refere o art. 34 e inciso IX do art.35, da Instrução CVM nº 472, de 2008

Não possui informação apresentada.

15.

Política de divulgação de informações

15.1 Descrever a política de divulgação de ato ou fato relevante adotada pelo administrador, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores, indicando os procedimentos relativos à manutenção de sigilo acerca de informações relevantes não divulgadas, locais onde estarão disponíveis tais informações, entre outros aspectos.
Todos os atos ou fatos relevantes do Fundo serão divulgados na página do Fundo, http://www.brcapital.com.br/site/conteudo/pagina/1,96+Fundo-de-Investimento-Imobiliario-Continental-Square-Faria-Lima.html, e no sistema FundosNet da B3-Brasil, Bolsa, Balcão e da CVM-Comissão de Valores Mobiliários
15.2 Descrever a política de negociação de cotas do fundo, se houver, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
As cotas do Fundo são negociadas apenas na B3-Brasil, Bolsa, Balcão através de Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários.
15.3 Descrever a política de exercício do direito de voto em participações societárias do fundo, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
http://www.brcapital.com.br/site/conteudo/pagina/1,91+Fundos.html
15.4 Relacionar os funcionários responsáveis pela implantação, manutenção, avaliação e fiscalização da política de divulgação de informações, se for o caso.
- Carlos Orlandelli Lopes - Luiz Linares Cambero - Jacqueline Maria de França Carmo
16.Regras e prazos para chamada de capital do fundo:
Não possui informação apresentada.

Anexos
5.Riscos

Nota

1.A relação de prestadores de serviços de que trata o item 1.8 deve ser indicada quando o referido prestador de serviços representar mais de 5% das despesas do FII