Imprimir

Informe Anual

Nome do Fundo: FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - VBI CRICNPJ do Fundo: 28.729.197/0001-13
Data de Funcionamento: 02/04/2019Público Alvo: Investidores em Geral
Código ISIN: BRCVBICTF001Quantidade de cotas emitidas: 3.526.841,00
Fundo Exclusivo? NãoCotistas possuem vínculo familiar ou societário familiar? Não
Classificação autorregulação: Mandato: Títulos e Valores MobiliáriosSegmento de Atuação: Títulos e Val. Mob.Tipo de Gestão: AtivaPrazo de Duração: Indeterminado
Data do Prazo de Duração: Encerramento do exercício social: 31/12
Mercado de negociação das cotas: Bolsa Entidade administradora de mercado organizado: BM&FBOVESPA
Nome do Administrador: BRL TRUST DISTRIBUIDORA DE TITULOS E VALORES MOBILIARIOS S.A.CNPJ do Administrador: 13.486.793/0001-42
Endereço: Rua Iguatemi, 151, 19º andar- Itaim Bibi- São Paulo- SP- 01451-011Telefones: (11)31330350
Site: www.brltrust.com.brE-mail: fii@brltrust.com.br
Competência: 12/2020

1.

Prestadores de serviços

CNPJ

Endereço

Telefone

1.1 Gestor: VBI REAL ESTATE GESTÃO DE CARTEIRAS LTDA11.274.775/0001-71Rua Funchal, 418 - 27º and - Vila Olímpia(11) 2344-2525
1.2 Custodiante: BRL TRUST DTVM S.A.13.486.793/0001-42Rua Iguatemi, 151, 19° Andar - CEP 01451-011 São Paulo/SP(11) 3133-0350
1.3 Auditor Independente: KPMG AUDITORES INDEPENDENTES57.755.217/0012-81Rua Dr. Renato Paes de Barros, 33 - São Paulo(11) 3940-3162
1.4 Formador de Mercado: ../-
1.5 Distribuidor de cotas: BRL TRUST DTVM S.A.13.486.793/0001-42Rua Iguatemi, 151, 19° Andar - CEP 01451-011 São Paulo/SP(11) 3133-0350
1.6 Consultor Especializado: ../-
1.7 Empresa Especializada para administrar as locações: ../-
1.8 Outros prestadores de serviços¹:
Não possui informação apresentada.

2.

Investimentos FII

2.1 Descrição dos negócios realizados no período
Relação dos Ativos adquiridos no períodoObjetivosMontantes InvestidosOrigem dos recursos
CRI_19G0311435_DU2 - TRUE Benefícios futuros3.081.368,31 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19G0311514_DU2 - TRUE Benefícios futuros3.081.367,93 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19G0311543_DU2 - TRUE Benefícios futuros3.856.247,66 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19G0812357 - HABITASEC Benefícios futuros2.578.113,60 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19G0813601 - HABITASEC Benefícios futuros2.578.113,60 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19G0820585 - HABITASEC Benefícios futuros2.578.113,60 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19G0820586 - HABITASEC Benefícios futuros2.578.113,60 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19J0713611 - HABITASEC Benefícios futuros724.938,74 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19J0713611 - HABITASEC Benefícios futuros2.068.926,29 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19J0713612 - HABITASEC Benefícios futuros724.938,74 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19J0713612 - HABITASEC Benefícios futuros2.068.926,29 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19L0132851_DU3 - OURINVESTBenefícios futuros2.425.012,24 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19L0132851_DU3 - OURINVESTBenefícios futuros6.790.034,29 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19L0811083 - TRUE Benefícios futuros12.525.964,69 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19L0811248 - TRUE Benefícios futuros12.525.964,69 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_19L0907949 - RB CAPITALBenefícios futuros19.883.839,96 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_20A0952498_DU - ISECBenefícios futuros30.183.663,33 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_20A0964303 - BRDUBenefícios futuros21.882.167,38 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_20A0964304 - BRDUBenefícios futuros2.636.886,37 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_20B0797175 - HABITASEC Benefícios futuros5.626.614,46 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_20E0031084 - BARI SECBenefícios futuros6.298.204,64 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_20F0734290 - RBCAPITALBenefícios futuros11.830.162,96 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_20G0705043 - ISECBenefícios futuros13.168.593,96 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_20G0705043 - ISECBenefícios futuros8.860.430,62 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_20I0668028 - RB CAPITALBenefícios futuros5.002.279,27 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_20K0778773 - HABITASEC Benefícios futuros28.728.084,62 Recursos próprios / emissão de cotas
CRI_20K0778773 - HABITASEC Benefícios futuros3.962.494,43 Recursos próprios / emissão de cotas
FII BARIGUI - BARI11Benefícios futuros5.246.538,60 Recursos próprios / emissão de cotas
FII PLURAL R - PLCR11Benefícios futuros1.386.511,50 Recursos próprios / emissão de cotas
FII RBRHGRAD - RBRR11Benefícios futuros1.032.568,80 Recursos próprios / emissão de cotas

3.

Programa de investimentos para os exercícios seguintes, incluindo, se necessário, as informações descritas no item 1.1 com relação aos investimentos ainda não realizados:

O Fundo terá por política básica realizar investimentos objetivando, fundamentalmente: a) Auferir rendimentos advindos dos ativos que vier adquirir; b) Auferir ganho de capital nas eventuais negociações dos ativos que vier a adquirir e posteriormente alienar. Os títulos e valores mobiliários que integrarão a carteira do fundo deverão ter sido emitidos em conformidade com a legislação e com as normas do conselho Monetário Nacional e do Banco Central do Brasil, conforme aplicavél; Os Ativos alvo do Fundo compreendem: (a) CRI, desde que tenham sido objetivo de oferta pública registrada na CVM ou cujo registro tenha sido dispensado, nos termos da regulamentação em vigor; b) Letras Hipotecárias ("LH"); c) Letras de Crédito Imobiliário ("LHI"); d) Letras Imobiiliárias Garantidas ("LIG"); e) Cotas de Fundos de Investimentos Imobiliários ("FII"); e f) Certificados de potencial adicional de construção emitidos com base na Instrução da CVM 401, de 29 de Dezembro de 2003. Ativos alvo, no mínimo, 67% (sessenta e sete por cento) do patrimônio líquido do Fundo deverá ser investido em CRI (“Limite de Concentração”). O Limite de Concentração será verificado pelo GESTOR e fiscalizados pela ADMINISTRADORA na data de aquisição dos respectivos Ativos Alvo, sendo que no caso de eventual Desenquadramento Passivo Involuntário o disposto no Parágrafo 5º abaixo será aplicável. O Fundo deverá, ainda, respeitar os limites de aplicação por emissor e por modalidade de ativos financeiros estabelecidos, respectivamente, nos artigos 102 e 103 da Instrução CVM nº 555, conforme aplicável, e/ou na regulamentação aplicável que vier a substituí-la, alterá-la ou complementá-la, cabendo à ADMINISTRADORA e ao GESTOR respeitar as regras de enquadramento e desenquadramento estabelecidas no referido normativo, ressalvando-se, entretanto, que, nos termos do § 6º do artigo 45 da Instrução CVM nº 472/08, os referidos limites de aplicação por modalidade de ativos financeiros não se aplicarão aos investimentos em CRI, cotas de outros FII e cotas de FIDC que tenham como política de investimento, exclusivamente, atividades permitidas aos FII e desde que estes CRI e cotas de outros FII e de FIDC tenham sido objeto de oferta pública registrada na CVM ou cujo registro tenha sido dispensado nos termos da regulamentação em vigor.

4.

Análise do administrador sobre:

4.1 Resultado do fundo no exercício findo
No exercício social findo em 31/12/2020, o Fundo, foi apurado o lucro no montante de R$ 36.497.409,9, sendo as principais rubricas são: Resultado com operações com Certificados de Recebíveis Imobiliários no valor de R$ 51.005.779,7; outras receitas operacionais no valor de R$ 7.288.904,87 e as demais despesas no valor de R$ 22.402.594,25.
4.2 Conjuntura econômica do segmento do mercado imobiliário de atuação relativo ao período findo
Em 2020, a indústria de fundos imobiliários atingiu novos recordes de emissões, captação, liquidez e entrada de novos investidores, o que consolida a tese de que é um mercado em plena expansão. O ano foi marcado pela crise sanitária mundial causada pelo vírus COVID-19, o que gerou extrema instabilidade em todos os segmentos da sociedade dado o nível de complexidade de controle da pandemia e suas consequências. As principais medidas, a nível econômico, foram a manutenção das taxas de juros em níveis mínimos históricos e auxílios emergenciais para empreendedores e população em geral. Esse cenário impactou o mercado imobiliário de diversas maneiras, desde a mudança de hábito para o trabalho remoto até a cadeia de fornecimento logístico e comportamento de consumo. Diante desse cenário, principalmente de manutenção de juros baixos, o resultado do mercado de crédito imobiliário seguiu consistente, atingindo um volume de emissões de CRI de 15 bilhões de reais, próximo aos níveis de 2019 e os fundos imobiliários de CRI foram os que mais realizaram novas emissões de cotas em 2020.
4.3 Perspectiva para o período seguinte com base na composição da carteira
A queda de juros para níveis mínimos históricos, a mudança no comportamento de consumo, instabilidade no cenário político e desvalorização do real estão pressionando a inflação para níveis fora da meta estabelecida pelo Banco Central. Dado esse cenário, o mercado se prepara para possível retomada da elevação da taxa de juros afim de controlar a inflação. O mercado em geral ainda irá enfrentar instabilidades dado todo o cenário atual social, político e econômico, mas por outro o mercado imobiliário vem se consolidando e amadurecendo significativamente nos últimos anos e pode se favorecer pelo momento dado uma possível tendência dos investimentos migrarem para ativos reais e atrelados à renda fixa.

5.

Riscos incorridos pelos cotistas inerentes aos investimentos do FII:

Ver anexo no final do documento. Anexos
6. Valor Contábil dos ativos imobiliários do FIIValor Justo, nos termos da ICVM 516 (SIM ou NÃO)Percentual de Valorização/Desvalorização apurado no período
Relação de ativos imobiliáriosValor (R$)
ISEC - CRI_14F0691837_DU22.199.153,95SIM0,00%
ISEC - CRI_17B0048606158.114,91SIM0,00%
ISEC - CRI_17B0048606316.229,82SIM0,00%
HABITASEC - CRI_18L11287774.769.634,03SIM0,00%
TRUE - CRI_19G0311435_DU23.732.049,73SIM0,00%
TRUE - CRI_19G0311435_DU23.081.368,31SIM0,00%
TRUE - CRI_19G0311514_DU23.732.049,28SIM0,00%
TRUE - CRI_19G0311514_DU23.081.367,93SIM0,00%
TRUE - CRI_19G0311543_DU23.475.994,19SIM0,00%
TRUE - CRI_19G0311543_DU21.193.620,76SIM0,00%
TRUE - CRI_19G0311543_DU23.856.247,66SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19G08123576.960.906,72SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19G08123572.578.113,60SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19G08136016.960.906,72SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19G08136012.578.113,60SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19G08205856.960.906,72SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19G08205852.578.113,60SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19G08205866.960.906,72SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19G08205862.578.113,60SIM0,00%
ISEC - CRI_19I073956011.805.364,80SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19J071361115.826.471,62SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19J0713611724.938,74SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19J07136112.068.926,29SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19J071361215.826.471,62SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19J0713612724.938,74SIM0,00%
HABITASEC - CRI_19J07136122.068.926,29SIM0,00%
OURINVEST - CRI_19L0132851_DU32.982.765,06SIM0,00%
OURINVEST - CRI_19L0132851_DU32.425.012,24SIM0,00%
OURINVEST - CRI_19L0132851_DU36.790.034,29SIM0,00%
TRUE - CRI_19L081108315.031.157,63SIM0,00%
TRUE - CRI_19L081108312.525.964,69SIM0,00%
TRUE - CRI_19L081124815.031.157,63SIM0,00%
TRUE - CRI_19L081124812.525.964,69SIM0,00%
RB CAPITAL - CRI_19L090794919.883.839,96SIM0,00%
ISEC - CRI_20A0952498_DU30.183.663,33SIM0,00%
BRDU - CRI_20A096430321.882.167,38SIM0,00%
BRDU - CRI_20A09643042.636.886,37SIM0,00%
HABITASEC - CRI_20B07971755.626.614,46SIM0,00%
BARI SEC - CRI_20E00310846.298.204,64SIM0,00%
RBCAPITAL - CRI_20F073429011.830.162,96SIM0,00%
ISEC - CRI_20G070504313.168.593,96SIM0,00%
ISEC - CRI_20G07050438.860.430,62SIM0,00%
RB CAPITAL - CRI_20I06680285.002.279,27SIM0,00%
HABITASEC - CRI_20K077877328.728.084,62SIM0,00%
HABITASEC - CRI_20K07787733.962.494,43SIM0,00%
6.1 Critérios utilizados na referida avaliação
Entende-se por valor justo o valor pelo qual um ativo pode ser trocado ou um passivo liquidado entre partes independentes, conhecedoras do negócio e dispostas a realizar a transação, sem que represente uma operação forçada, conforme instrução CVM 516, Art. 7º §1º. Os fundos de investimentos imobiliários são trazidos ao valor justo através da marcação a mercado e a marcação de preço dos títulos de crédito privado (CRI) é feita na curva do papel.
7.Relação de processos judiciais, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
8.Relação de processos judiciais, repetitivos ou conexos, baseados em causas jurídicas semelhantes, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
9.Análise dos impactos em caso de perda e valores envolvidos relacionados aos processos judiciais sigilosos relevantes:
Não possui informação apresentada.

10.

Assembleia Geral

10.1 Endereços (físico ou eletrônico) nos quais os documentos relativos à assembleia geral estarão à disposição dos cotistas para análise:
Rua Iguatemi nº 151 19º andar Bairro Itaim Bibi Cidade de São Paulo Estado de São Paulo
WWW.BRLTRUST.COM.BR
10.2 Indicação dos meios de comunicação disponibilizados aos cotistas para (i) a inclusão de matérias na ordem do dia de assembleias gerais e o envio de documentos pertinentes às deliberações propostas; (ii) solicitação de lista de endereços físicos e eletrônicos dos demais cotistas para envio de pedido público de procuração.
A convocação da Assembleia Geral de Cotistas pelo Administrador far-se-á mediante correspondência encaminhada a cada Cotista, por meio de correio eletrônico (email), contendo, obrigatoriamente, o dia, hora e local em que será realizada tal Assembleia e ainda, de forma sucinta, os assuntos a serem tratados.
10.3 Descrição das regras e procedimentos aplicáveis à participação dos cotistas em assembleias gerais, incluindo (i) formalidades exigidas para a comprovação da qualidade de cotista e representação de cotistas em assembleia; (ii) procedimentos para a realização de consultas formais, se admitidas em regulamento; (iii) regras e procedimentos para a participação à distância e envio de comunicação escrita ou eletrônica de voto.
A convocação da Assembleia Geral de Cotistas deve ser feita com pelo menos 30 (trinta) dias de antecedência no caso de Assembleias Gerais Ordinárias e com pelo menos 15 (quinze) dias de antecedência no caso de Assembleias Gerais 30 Extraordinárias, contado o prazo da data de comprovação de recebimento da convocação pelos Cotistas.
10.3 Práticas para a realização de assembleia por meio eletrônico.
A convocação da Assembleia Geral de Cotistas pelo Administrador far-se-á mediante correspondência encaminhada a cada Cotista, por meio de correio eletrônico (email), contendo, obrigatoriamente, o dia, hora e local em que será realizada tal Assembleia e ainda, de forma sucinta, os assuntos a serem tratados.

11.

Remuneração do Administrador

11.1Política de remuneração definida em regulamento:
A “Taxa de Administração Total” será composta pelo (i) valor equivalente a Taxa de Administração devida à ADMINISTRADORA, conforme Artigo 28 do Regulamento (“Taxa de Administração e Custódia”), acrescida (ii) do valor equivalente à Taxa de Gestão devida ao GESTOR (“Taxa de Gestão”), calculada conforme Artigo 29 do Regulamento e, ainda acrescida, (iii) do valor equivalente à Taxa de Escrituração, correspondente aos serviços de escrituração das cotas do FUNDO, a ser pago diretamente a terceiros, conforme Artigo 30 do Regulamento (“Taxa de Escrituração”).
Valor pago no ano de referência (R$):% sobre o patrimônio contábil:% sobre o patrimônio a valor de mercado:
4.982.434,661,41%1,35%

12.

Governança

12.1Representante(s) de cotistas
Não possui informação apresentada.
12.2Diretor Responsável pelo FII
Nome: Danilo Christófaro BarbieriIdade: 41
Profissão: Administrador de empresasCPF: 28729710847
E-mail: dbarbieri@brltrust.com.brFormação acadêmica: Administrador de empresas
Quantidade de cotas detidas do FII: 0,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data de início na função: 01/04/2018
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Nome da EmpresaPeríodoCargo e funções inerentes ao cargoAtividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram
BRL TRUST DTVM S.ADesde 01/04/2016Sócio-DiretorAdministrador fiduciário
BANCO SANTANDER BRASIL S.Ade 1999 até 03/2016SuperindententeCountry Head da Santander Securities Services
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
13.Distribuição de cotistas, segundo o percentual de cotas adquirido.
Faixas de PulverizaçãoNº de cotistasNº de cotas detidas% de cotas detido em relação ao total emitido% detido por PF% detido por PJ
Até 5% das cotas 8.363,002.684.442,0076,11%55,66%20,45%
Acima de 5% até 10% 3,00842.399,0023,89%0,00%23,89%
Acima de 10% até 15%
Acima de 15% até 20%
Acima de 20% até 30%
Acima de 30% até 40%
Acima de 40% até 50%
Acima de 50%

14.

Transações a que se refere o art. 34 e inciso IX do art.35, da Instrução CVM nº 472, de 2008

Não possui informação apresentada.

15.

Política de divulgação de informações

15.1 Descrever a política de divulgação de ato ou fato relevante adotada pelo administrador, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores, indicando os procedimentos relativos à manutenção de sigilo acerca de informações relevantes não divulgadas, locais onde estarão disponíveis tais informações, entre outros aspectos.
A divulgação de ato ou fato relevante pela Administradora é realizada nos termos da regulamentação aplicável e seu conteúdo é disponibilizado no sistema Fundos.Net, vinculado à CVM e à B3, bem como no site da Administradora http://www.brltrust.com.br
15.2 Descrever a política de negociação de cotas do fundo, se houver, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
A negociação das cotas do Fundo é realizada exclusivamente por meio dos sistemas operacionalizados pela B3 - Brasil, Bolsa, Balcão S.A.
15.3 Descrever a política de exercício do direito de voto em participações societárias do fundo, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
www.brltrust.com.br
15.4 Relacionar os funcionários responsáveis pela implantação, manutenção, avaliação e fiscalização da política de divulgação de informações, se for o caso.
Daniela Assarito Bonifacio Borovicz – CPF: 320.334.648-65 - Diretora responsável pelo Departamento Jurídico.
16.Regras e prazos para chamada de capital do fundo:
As regras e prazos para chamada de capital do Fundo, se houver, estarão previstas nos documentos relativos às ofertas de distribuição de cada emissão de cotas.

Anexos
5.Riscos

Nota

1.A relação de prestadores de serviços de que trata o item 1.8 deve ser indicada quando o referido prestador de serviços representar mais de 5% das despesas do FII