Imprimir

Informe Anual

Nome do Fundo: FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO RIZA TERRAXCNPJ do Fundo: 36.501.128/0001-86
Data de Funcionamento: 11/12/2019Público Alvo: Investidores em Geral
Código ISIN: BRRZTRCTF003Quantidade de cotas emitidas: 4.897.328,00
Fundo Exclusivo? NãoCotistas possuem vínculo familiar ou societário familiar? Não
Classificação autorregulação: Mandato: HíbridoSegmento de Atuação: HíbridoTipo de Gestão: AtivaPrazo de Duração: Indeterminado
Data do Prazo de Duração: Encerramento do exercício social: 30/06
Mercado de negociação das cotas: Bolsa Entidade administradora de mercado organizado: BM&FBOVESPA
Nome do Administrador: BANCO GENIAL S.A.CNPJ do Administrador: 45.246.410/0001-55
Endereço: Praia de Botafogo, 228, 9º andar, sl 907- Botafogo- Rio de Janeiro - RJ- 22250-906Telefones: 2139233000
Site: www.bancoplural.comE-mail: middleadm@genialinvestimentos.com.br
Competência: 03/2021

1.

Prestadores de serviços

CNPJ

Endereço

Telefone

1.1 Gestor: RIZA GESTORA DE RECURSOS LTDA12.209.584/0001-99Rua Elvira Ferraz, nº68, 5º andar 11 44204800
1.2 Custodiante: PLURAL S.A. BANCO MULTIPLO45.246.410/0001-55Praia de Botafogo, 228, 9º andar - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ - 22250-906(11) 35248888
1.3 Auditor Independente: GRANT THORNTON AUDITORES INDEPENDENTES10.930.108/0001-65Avenida Engenheiro Luiz Carlos Berrini, n° 105, 12° andar, Cidade Monções, CEP 04571-900 - São Paulo/SP(11) 3886-5100
1.4 Formador de Mercado: ../-
1.5 Distribuidor de cotas: XP INVESTIMENTOS CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A.02.332.886/0001-04Avenida Ataulfo de Paiva, nº 153, Sala 201 (parte), Leblon, CEP 22440-032 - Rio de Janeiro/RJ
1.6 Consultor Especializado: ../-
1.7 Empresa Especializada para administrar as locações: ../-
1.8 Outros prestadores de serviços¹:
Não possui informação apresentada.

2.

Investimentos FII

2.1 Descrição dos negócios realizados no período
Relação dos Ativos adquiridos no períodoObjetivosMontantes InvestidosOrigem dos recursos
Fazenda Rancho Alegre - MTRenda imobiliária 58.014.745,43Recursos do IPO do fundo
Sorriso - MT (60.926/60.927)Renda imobiliária 31.714.330,69Recursos do IPO do fundo
Sorriso - MT (39.797/39.798)Renda imobiliária 18.312.243,07Recursos do IPO do fundo
Lote Atlântica - Sorriso - MTRenda imobiliária 70.023.643,92Recursos do IPO do fundo
Bom Jesus - PI (7388)Renda imobiliária 122.420.040,77Recursos do IPO do fundo
Serranópolis - GO (7272 / 6192 / 6193)Renda imobiliária 37.453.349,00Recursos do IPO do fundo
Serranópolis - GO (5114)Renda imobiliária 14.391.532,00Recursos do IPO do fundo
N. Schwening - GORenda imobiliária 5.607.506,38Recursos do IPO do fundo
N. Schwening - GO2 (16410/18069)Renda imobiliária 59.498.582,21Recursos do IPO do fundo
Buriticupu - MA (2.574/2.577)Renda imobiliária 41.213.820,57Recursos do IPO do fundo

3.

Programa de investimentos para os exercícios seguintes, incluindo, se necessário, as informações descritas no item 1.1 com relação aos investimentos ainda não realizados:

Retificação dos CAR/CCIR/ITR dos imóveis para o nome do Fundo. Custo estimado de R$ 200.000,00

4.

Análise do administrador sobre:

4.1 Resultado do fundo no exercício findo
Os resultados do fundo estão sendo bastante satisfatórios em relação à proposta apresentada no IPO. Todos os imóveis foram adquiridos e os valores previstos em contrato com os vendedores desenbolsados. Os valores de arrendamentos dos imóveis foram pagos antecipadamente conforme previsto e portanto o fundo possui caixa relevante para seguir distribuindo dividendos nas bases previstas no estudo de viabilidade.
4.2 Conjuntura econômica do segmento do mercado imobiliário de atuação relativo ao período findo
O Agronegócio brasileiro vem batendo recordes de produção e produtividade ao longo dos últimos anos e no atual momento vivemos talvez o melhor cenário histórico para os produtores de grãos e fibras. As margens da atividade estão em patamares nunca antes vistos pelos produtores. A depreciação do Real e a valorização das commodities no mercado internacional elevou os preços de forma bastante significativa, desse modo, vivemos um boom de exportações de demanda pelos produtos locais, direcionados principalmente pela China. O país asiático vem cada vez mais consumindo os produtos agrícolas brasileiros em larga escala, o que nos permite projetar um período razoável de bons preços e margens bastante satisfatórias para os produtores rurais que estão pagando arrendamentos dos imóveis adquiridos pelo Fundo.
4.3 Perspectiva para o período seguinte com base na composição da carteira
Nos imóveis que atualmente estão compondo a carteira do Fundo, temos apenas a perspectiva de recebimento dos arrendamentos, dentro dos prazos acordados em contrato.

5.

Riscos incorridos pelos cotistas inerentes aos investimentos do FII:

Ver anexo no final do documento. Anexos
6. Valor Contábil dos ativos imobiliários do FIIValor Justo, nos termos da ICVM 516 (SIM ou NÃO)Percentual de Valorização/Desvalorização apurado no período
Relação de ativos imobiliáriosValor (R$)
Fazenda Rancho Alegre - MT58.014.745,43SIM0,00%
Sorriso - MT (60.926/60.927)31.714.330,69SIM0,00%
Sorriso - MT (39.797/39.798)18.312.243,07SIM0,00%
Lote Atlântica - Sorriso - MT70.023.643,92SIM0,00%
Bom Jesus - PI (7388)122.420.040,77SIM0,00%
Serranópolis - GO (7272 / 6192 / 6193)37.453.349,00SIM0,00%
Serranópolis - GO (5114)14.391.532,00SIM0,00%
N. Schwening - GO5.607.506,38SIM0,00%
N. Schwening - GO2 (16410/18069)59.498.582,21SIM0,00%
Buriticupu - MA (2.574/2.577)41.213.820,57SIM0,00%
6.1 Critérios utilizados na referida avaliação
Laudo das empresas avaliadoras, IHS Markit ou Terra Soluções
7.Relação de processos judiciais, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
8.Relação de processos judiciais, repetitivos ou conexos, baseados em causas jurídicas semelhantes, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
9.Análise dos impactos em caso de perda e valores envolvidos relacionados aos processos judiciais sigilosos relevantes:
Não possui informação apresentada.

10.

Assembleia Geral

10.1 Endereços (físico ou eletrônico) nos quais os documentos relativos à assembleia geral estarão à disposição dos cotistas para análise:
www.bancoplural.com
Praia de Botafogo, 228, 9º andar - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ - 22250-906
10.2 Indicação dos meios de comunicação disponibilizados aos cotistas para (i) a inclusão de matérias na ordem do dia de assembleias gerais e o envio de documentos pertinentes às deliberações propostas; (ii) solicitação de lista de endereços físicos e eletrônicos dos demais cotistas para envio de pedido público de procuração.
O Administrador disponibilizará, na mesma data de convocação (podendo ser mantidas até a data da assembleia geral de Cotistas), (a) em sua página na rede mundial de computadores, (b) no Sistema de Envio de Documentos disponível na página da CVM na rede mundial de computadores, e (c) na página da entidade administradora do mercado organizado em que as cotas do Fundo sejam admitidas à negociação, todas as informações e documentos necessários ao exercício informado do direito de voto em assembleias gerais de Cotistas.
10.3 Descrição das regras e procedimentos aplicáveis à participação dos cotistas em assembleias gerais, incluindo (i) formalidades exigidas para a comprovação da qualidade de cotista e representação de cotistas em assembleia; (ii) procedimentos para a realização de consultas formais, se admitidas em regulamento; (iii) regras e procedimentos para a participação à distância e envio de comunicação escrita ou eletrônica de voto.
(i) formalidades exigidas para a comprovação da qualidade de cotista e representação de cotistas em assembleia: As Cotas serão registradas em contas de depósito individualizadas, mantidas pelo Escriturador em nome dos respectivos titulares, a fim de comprovar a propriedade das Cotas e a qualidade de Cotista do Fundo, sem emissão de certificados. (ii) procedimentos para a realização de consultas formais, se admitidas em regulamento: As deliberações da Assembleia Geral de Cotistas poderão ser tomadas mediante processo de consulta formal, sem a necessidade de reunião de cotistas, formalizado em carta ou correio eletrônico (e-mail) dirigido pelo Administrador a cada cotista, para resposta no prazo máximo de 15 (quinze) dias, desde que observadas as formalidades previstas nos artigos 19, 19- A e 41, I e II da Instrução CVM nº 472/08 e no artigo 16.12 do Regulamento. Da consulta deverão constar todos os elementos informativos necessários ao exercício do direito de voto. (iii) regras e procedimentos para a participação à distância e envio de comunicação escrita ou eletrônica de voto: Os Cotistas poderão enviar seu voto por correspondência e/ou por correio eletrônico, desde que a convocação indique essa possibilidade e estabeleça os critérios para essa forma de voto, que não exclui a realização da reunião de Cotistas, no local e horário estabelecidos, cujas deliberações serão tomadas pelos votos dos presentes e dos recebidos por correspondência, observados os quóruns previstos no item 16.8 do Regulamento.
10.3 Práticas para a realização de assembleia por meio eletrônico.
As deliberações da assembleia geral poderão ser tomadas mediante processo de consulta formal, sem a necessidade de reunião de cotistas, formalizado em carta ou correio eletrônico (e-mail).

11.

Remuneração do Administrador

11.1Política de remuneração definida em regulamento:
Pelos serviços de administração, gestão, controladoria e escrituração de cotas, o Fundo pagará uma taxa de administração equivalente a 1,25% (um inteiro e vinte e cinco centésimos por cento) ao ano, observado o valor mínimo mensal de R$ 22.000,00 (vinte e dois mil reais), atualizado anualmente pelo Indice Geral de Preços do Mercado, ou índice que vier a substituí-lo (“Taxa de Administração”). 14.2 A Taxa de Administração será calculada sobre o patrimônio líquido do Fundo e paga até o 5º (quinto) Dia Útil do mês subsquente aos serviços prestados, a partir do início das atividades do Fundo, considerada a primeira integralização de cotas do Fundo. 14.2.1 Caso as cotas do Fundo passem a integrar índices de mercado, cuja metodologia preveja critérios de inclusão que considerem a liquidez das cotas e critérios de ponderação que considerem o volume financeiro das cotas emitidas pelo Fundo, a Taxa de Administração será equivalente a 1,25% (um inteiro e vinte e cinco centésimos por cento) sobre o valor de mercado do Fundo, calculado com base na média diária da cotação de fechamento das cotas de emissão do Fundo no mês anterior ao do pagamento da remuneração, enquanto as cotas do Fundo integrarem tais índices.O Fundo pagará ao Gestor, ainda, a título de taxa de performance, 20% (vinte por cento) do valor distribuído aos Cotistas, conforme definido neste Regulamento, já deduzidos todos os encargos do Fundo, inclusive Taxa de Administração e custos de ofertas de cotas, que exceder 100% (cem por cento) da variação acumulada das taxas médias diárias do DI – Depósitos Interfinanceiros de um dia, over extra grupo, base 252 (duzentos e cinquenta e dois) dias úteis, calculadas e divulgadas pela B3, no informativo diário disponível em sua página na internet (www.b3.com.br) acrescida de 2,00% (dois por cento) ao ano, base 252 (duzentos e cinquenta e dois) dias úteis (“Taxa de Performance”)
Valor pago no ano de referência (R$):% sobre o patrimônio contábil:% sobre o patrimônio a valor de mercado:
NaNNaNNaN

12.

Governança

12.1Representante(s) de cotistas
Não possui informação apresentada.
12.2Diretor Responsável pelo FII
Nome: Rodrigo de GodoyIdade: 47
Profissão: Administrador de empresaCPF: 665141777
E-mail: Rodrigo.Godoy@bancoplural.comFormação acadêmica: Administração de Empresas
Quantidade de cotas detidas do FII: 0,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data de início na função: 23/01/2019
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Nome da EmpresaPeríodoCargo e funções inerentes ao cargoAtividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram
Plural2016 até hojeSócio DiretorResponsável pela área de serviços qualificados
JP Morgan2002 até 2016CFO LATAMAsset Management
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
13.Distribuição de cotistas, segundo o percentual de cotas adquirido.
Faixas de PulverizaçãoNº de cotistasNº de cotas detidas% de cotas detido em relação ao total emitido% detido por PF% detido por PJ
Até 5% das cotas 15.683,004.897.328,00100,00%94,78%5,22%
Acima de 5% até 10%
Acima de 10% até 15%
Acima de 15% até 20%
Acima de 20% até 30%
Acima de 30% até 40%
Acima de 40% até 50%
Acima de 50%

14.

Transações a que se refere o art. 34 e inciso IX do art.35, da Instrução CVM nº 472, de 2008

Não possui informação apresentada.

15.

Política de divulgação de informações

15.1 Descrever a política de divulgação de ato ou fato relevante adotada pelo administrador, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores, indicando os procedimentos relativos à manutenção de sigilo acerca de informações relevantes não divulgadas, locais onde estarão disponíveis tais informações, entre outros aspectos.
A divulgação de ato ou fato relevante pela Administradora é realizada nos termos da regulamentação aplicável e seu conteúdo é disponibilizado no sistema Fundos.Net, vinculado à CVM e à B3, bem como no site do Administrador www.bancoplural.com
15.2 Descrever a política de negociação de cotas do fundo, se houver, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
As cotas objeto da oferta serão negociadas em mercado de bolsa operacionalizado pela B3
15.3 Descrever a política de exercício do direito de voto em participações societárias do fundo, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
O Gestor acompanhará, na medida em que o Fundo for convocado, todas as pautas de assembleias gerais e decidirá sobre a relevância ou não do tema a ser discutido e votado. Caso considere o tema relevante, o Gestor deverá participar da respectiva assembleia e exercer o direito de voto em nome do Fundo, sendo que, para tanto, o Administrador dá, desde que requisitado pelo Gestor, representação legal para o exercício do direito de voto em assembleias gerais dos emissores dos ativos da carteira do Fundo. A política de exercício de voto utilizada pelo Gestor pode ser encontrada em sua página na rede mundial de computadores (https://riza-asset.web.app/home).
15.4 Relacionar os funcionários responsáveis pela implantação, manutenção, avaliação e fiscalização da política de divulgação de informações, se for o caso.
Não possui informação apresentada.
16.Regras e prazos para chamada de capital do fundo:
Não possui informação apresentada.

Anexos

Nota

1.A relação de prestadores de serviços de que trata o item 1.8 deve ser indicada quando o referido prestador de serviços representar mais de 5% das despesas do FII