Imprimir

Informe Anual

Nome do Fundo: LUGGO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FIICNPJ do Fundo: 34.835.191/0001-23
Data de Funcionamento: 09/12/2019Público Alvo: Investidores em Geral
Código ISIN: BRLUGGCTF007Quantidade de cotas emitidas: 900.000,00
Fundo Exclusivo? NãoCotistas possuem vínculo familiar ou societário familiar? Não
Classificação autorregulação: Mandato: RendaSegmento de Atuação: ResidencialTipo de Gestão: AtivaPrazo de Duração: Indeterminado
Data do Prazo de Duração: Encerramento do exercício social: 30/06
Mercado de negociação das cotas: Bolsa Entidade administradora de mercado organizado: BM&FBOVESPA
Nome do Administrador: INTER DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOSCNPJ do Administrador: 18.945.670/0001-46
Endereço: Avenida Barbacena, 1219, - Santo Agostinho- Belo Horizonte- MG- 30190131Telefones: (31) 36145332 (31) 36145321
Site: https://www.bancointer.com.br/interdtvm/E-mail: admfundos@interdtvm.com.br
Competência: 06/2020

1.

Prestadores de serviços

CNPJ

Endereço

Telefone

1.1 Gestor: Inter Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários18.945.670/0001-46Avenida Barbacena, 1.219, 21º andar, Santo Agostinho. Belo Horizonte - MG, 30190-131(31) 3614­5332
1.2 Custodiante: Inter Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários18.945.670/0001-46Avenida Barbacena, 1.219, 21º andar, Santo Agostinho. Belo Horizonte - MG, 30190-131(31) 3614­5332
1.3 Auditor Independente: KPMG Auditores Independentes57.755.217/0001-29Rua Paraíba, 550/12º andar, Bairro Funcionários, Belo Horizonte- MG, 30130-141(31) 2128-5700
1.4 Formador de Mercado: ../-
1.5 Distribuidor de cotas: Inter Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários18.945.670/0001-46Avenida Barbacena, 1.219, 21º andar, Santo Agostinho. Belo Horizonte - MG, 30190-131(31) 3614­5332
1.6 Consultor Especializado: MRV Engenharia E Participações S.A08.343.492/0001-20Avenida Professor Mario Werneck, 621 – 1º andar, Estoril, Belo Horizonte, MG. 30.455-610(31) 3614-6968
1.7 Empresa Especializada para administrar as locações: MRV Engenharia E Participações S.A08.343.492/0001-20Avenida Professor Mario Werneck, 621 – 1º andar, Estoril, Belo Horizonte, MG. 30.455-610(31) 3614-6968
1.8 Outros prestadores de serviços¹:
Não possui informação apresentada.

2.

Investimentos FII

2.1 Descrição dos negócios realizados no período
Relação dos Ativos adquiridos no períodoObjetivosMontantes InvestidosOrigem dos recursos
Operações CompromissadasCaixa1.113.811.058,221ª emissão de cotas
SPEsAtivos para Renda48.048.333,001ª emissão de cotas
ImóveisAtivos para Renda34.973.911,001ª emissão de cotas

3.

Programa de investimentos para os exercícios seguintes, incluindo, se necessário, as informações descritas no item 1.1 com relação aos investimentos ainda não realizados:

No momento da emissão deste relatório, não existem planos de investimentos para os próximos exercícios.

4.

Análise do administrador sobre:

4.1 Resultado do fundo no exercício findo
O fundo teve início de suas negociações na Bolsa no final de dezembro/19. Dessa forma, o fundo distribuiu R$ 2.267.365,40 de rendimentos até 30/06/2020.
4.2 Conjuntura econômica do segmento do mercado imobiliário de atuação relativo ao período findo
O mercado de fundos imobiliários teve um desempenho excepcional em 2019, não só pelo retorno aos investidores, mas pela sua consolidação e mudança de patamar. A queda da Selic para 4,5% e a recuperação da atividade econômica foram importantes fatores que, ao longo de 2019, impulsionaram o crescimento da indústria de fundos imobiliários, tanto a demanda dos investidores, que buscam diversificação e retorno adicional, como por parte do setor, que passa a ter nos FIIs importante instrumento de captação de recursos para os investimentos. A média de desempenho dos fundos imobiliários ficou em cerca de 27% em 2019, considerando a valorização das cotas e os dividendos distribuídos (até meados de dezembro). O mercado de fundos imobiliários em 2020 foi impactado devido a pandemia do coronavírus. A quarentena instaurada em março trouxe grande redução da receita de aluguéis em diversos setores da economia, resultando em menores dividendos no curto prazo. Já a desvalorização das cotas dos FIIs no primeiro semestre do ano se deve à baixa expectativa de valorização dos imóveis perante a crise. Entretanto, apesar da desvalorização, a classe de ativos é ainda mais rentável do que ativos atrelados ao CDI e que o juros real, medido pelo cupom da NTN-B.
4.3 Perspectiva para o período seguinte com base na composição da carteira
Para o próximo ano, esperamos que o mercado se recupere com a retomada da economia, recuperação dos aluguéis e redução da inadimplência e vacância. Com isso, os fundos voltarão a receber os pagamentos conforme programado e poderão voltar a distribuir rendimentos em conformidades com o ganho de força da economia.

5.

Riscos incorridos pelos cotistas inerentes aos investimentos do FII:

Ver anexo no final do documento. Anexos
6. Valor Contábil dos ativos imobiliários do FIIValor Justo, nos termos da ICVM 516 (SIM ou NÃO)Percentual de Valorização/Desvalorização apurado no período
Relação de ativos imobiliáriosValor (R$)
IMOVEL POSITIVO22.530.000,00SIM14,51%
IMOVEL CIPRESTE20.100.000,00SIM20,39%
SPE LINDOIA25.400.000,00SIM12,38%
SPE DOM PEDRO28.400.000,00SIM11,61%
6.1 Critérios utilizados na referida avaliação
O valor justo dos imóveis e das SPEs foi avaliado pela capitalização da renda líquida passível de ser por ele auferida, e para tanto, adotou-se o Método da Capitalização da Renda.
7.Relação de processos judiciais, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
8.Relação de processos judiciais, repetitivos ou conexos, baseados em causas jurídicas semelhantes, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
9.Análise dos impactos em caso de perda e valores envolvidos relacionados aos processos judiciais sigilosos relevantes:
Não possui informação apresentada.

10.

Assembleia Geral

10.1 Endereços (físico ou eletrônico) nos quais os documentos relativos à assembleia geral estarão à disposição dos cotistas para análise:
Avenida Barbacena, 1.219, 21º andar, Santo Agostinho. Belo Horizonte - MG, 30190-131
https://www.bancointer.com.br/inter­dtvm/
10.2 Indicação dos meios de comunicação disponibilizados aos cotistas para (i) a inclusão de matérias na ordem do dia de assembleias gerais e o envio de documentos pertinentes às deliberações propostas; (ii) solicitação de lista de endereços físicos e eletrônicos dos demais cotistas para envio de pedido público de procuração.
O comunicado, envio, divulgação, e/ou disponibilização pelo Administrador, de quaisquer informações, comunicados, cartas e documentos, cuja obrigação esteja disposta no Regulamento do Fundo ou na regulamentação vigente, será realizado através do website FundosNet e do website do Fundo, com possibilidade de eventual comunicação com os cotistas via endereço eletrônico cadastrado na B3.
10.3 Descrição das regras e procedimentos aplicáveis à participação dos cotistas em assembleias gerais, incluindo (i) formalidades exigidas para a comprovação da qualidade de cotista e representação de cotistas em assembleia; (ii) procedimentos para a realização de consultas formais, se admitidas em regulamento; (iii) regras e procedimentos para a participação à distância e envio de comunicação escrita ou eletrônica de voto.
O Administrador mantem em sua página na rede mundial de computadores, pelo prazo mínimo de 05 (cinco) anos contados de sua divulgação, ou prazo superior por determinação expressa da CVM, em caso de processo administrativo, todos os documentos e informações, periódicas ou eventuais, exigidos pela instrução CVM 472, bem como indicação dos endereços físicos e eletrônicos em que podem ser obtidas as informações e documentos relativos ao Fundo.
10.3 Práticas para a realização de assembleia por meio eletrônico.
A prática para realização de Assembleia por meio eletrônico é explicada no conteúdo da convocação da Assembleia em questão. O cotista deverá enviar um e-mail para assembleias@interdtvm.com.br, solicitando o formulário para apuração ou respondendo o formulário.

11.

Remuneração do Administrador

11.1Política de remuneração definida em regulamento:
O Administrador receberá, pela prestação dos serviços de administração, tesouraria, custódia e escrituração, a remuneração de 0,76% (setenta e seis centésimos por cento) ao ano, incidente sobre o valor do patrimônio do FUNDO, ou sobre o valor de mercado do FUNDO, correspondente à multiplicação da totalidade das Cotas emitidas pelo FUNDO por seu valor de mercado, considerando o preço de fechamento do Dia Útil anterior, informado pela B3, caso as cotas tenham integrado ou passado a integrar, neste período, índice de mercado, sem prejuízo da remuneração mínima mensal líquida para o ADMINISTRADOR de R$ 20.000,00 (vinte mil reais), corrigido anualmente pelo IPCA, dos dois o que for maior, observado que a remuneração mínima mensal devida ao ADMINISTRADOR não inclui os valores a serem descontados da Taxa de Administração para o pagamento da remuneração devida aos demais prestadores de serviços do FUNDO.
Valor pago no ano de referência (R$):% sobre o patrimônio contábil:% sobre o patrimônio a valor de mercado:
80.000,000,16%0,16%

12.

Governança

12.1Representante(s) de cotistas
Não possui informação apresentada.
12.2Diretor Responsável pelo FII
Nome: Maria Clara Guimarães GusmãoIdade: 32 anos
Profissão: EconomistaCPF: 8954133614
E-mail: maria.gusmao@interdtvm.com.brFormação acadêmica: Ciências Econômicas
Quantidade de cotas detidas do FII: 50,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 50,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data de início na função: 23/11/2019
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Nome da EmpresaPeríodoCargo e funções inerentes ao cargoAtividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram
Inter DTVM Ltda.Abr/16 até o presenteDiretora de Administração FiduciáriaAdministração dos fundos de investimento IDTVM.
MRV Engenharia e Participações S.A.Ago/10 a Jul/15Analista de Relações com InvestidoresRelação com os Investidores.
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
13.Distribuição de cotistas, segundo o percentual de cotas adquirido.
Faixas de PulverizaçãoNº de cotistasNº de cotas detidas% de cotas detido em relação ao total emitido% detido por PF% detido por PJ
Até 5% das cotas 4.158,00295.661,0032,85%99,95%0,05%
Acima de 5% até 10% 3,00176.488,0019,60%66,66%33,34%
Acima de 10% até 15% 0,000,000,00%0,00%0,00%
Acima de 15% até 20% 0,000,000,00%0,00%0,00%
Acima de 20% até 30% 0,000,000,00%0,00%0,00%
Acima de 30% até 40% 0,000,000,00%0,00%0,00%
Acima de 40% até 50% 1,00427.851,0047,53%0,00%100,00%
Acima de 50% 0,000,000,00%0,00%0,00%

14.

Transações a que se refere o art. 34 e inciso IX do art.35, da Instrução CVM nº 472, de 2008

Não possui informação apresentada.

15.

Política de divulgação de informações

15.1 Descrever a política de divulgação de ato ou fato relevante adotada pelo administrador, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores, indicando os procedimentos relativos à manutenção de sigilo acerca de informações relevantes não divulgadas, locais onde estarão disponíveis tais informações, entre outros aspectos.
Qualquer divulgação de ato ou fato relevante será realizada através do website FundosNet e do website do Fundo, com possibilidade de eventual comunicação com os cotistas via endereço eletrônico cadastrado na B3.
15.2 Descrever a política de negociação de cotas do fundo, se houver, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
Não se aplica.
15.3 Descrever a política de exercício do direito de voto em participações societárias do fundo, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
https://www.bancointer.com.br/inter-dtvm/
15.4 Relacionar os funcionários responsáveis pela implantação, manutenção, avaliação e fiscalização da política de divulgação de informações, se for o caso.
Funcionários da Inter DTVM.
16.Regras e prazos para chamada de capital do fundo:
Não possui informação apresentada.

Anexos
5.Riscos

Nota

1.A relação de prestadores de serviços de que trata o item 1.8 deve ser indicada quando o referido prestador de serviços representar mais de 5% das despesas do FII