Imprimir

Informe Anual

Nome do Fundo: JPP ALLOCATON MOGNO FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIOCNPJ do Fundo: 30.982.880/0001-00
Data de Funcionamento: 14/12/2018Público Alvo: Investidores em Geral
Código ISIN: BRJPPACTF005Quantidade de cotas emitidas: 505.563,00
Fundo Exclusivo? NãoCotistas possuem vínculo familiar ou societário familiar? Não
Classificação autorregulação: Mandato: Títulos e Valores MobiliáriosSegmento de Atuação: Títulos e Val. Mob.Tipo de Gestão: AtivaPrazo de Duração: Indeterminado
Data do Prazo de Duração: Encerramento do exercício social: 30/06
Mercado de negociação das cotas: Bolsa Entidade administradora de mercado organizado: BM&FBOVESPA
Nome do Administrador: VORTX DISTRIBUIDORA DE TITULOS E VALORES MOBILIARIOS LTDA.CNPJ do Administrador: 22.610.500/0001-88
Endereço: AV. BRIGADEIRO FARIA LIMA, 2272, CONJUNTO 202- JARDIM PAULISTANO- SÃO PAULO- SP- 01452-000Telefones: 3030-7177
Site: www.vortx.com.brE-mail: admfundos@vortxbr.com
Competência: 06/2020

1.

Prestadores de serviços

CNPJ

Endereço

Telefone

1.1 Gestor: JPP Capital Gestão de Recursos Ltda. 13.516.035/0001-20Avenida Paulista, 287, 6º Andar, São Paulo - SP(11) 2187-1450
1.2 Custodiante: Vórtx Distribuidora de Títulos e Valores Ltda.22.610.500/0001-88Av. Brigadeiro Faria Lima, 2277, 2° andar, Jd. Paulistano, São Paulo, SP | 01452-000(11) 3030-7177
1.3 Auditor Independente: Grant Thornton Auditores Independentes. 10.830.108/0001-65Avenida Engenheiro Luiz Carlos Berrini, 105 - São Paulo(11) 3886-8977
1.4 Formador de Mercado: ../-
1.5 Distribuidor de cotas: Vórtx Distribuidora de Títulos e Valores Ltda.22.610.500/0001-88Av. Brigadeiro Faria Lima, 2277, 2° andar, Jd. Paulistano, São Paulo, SP | 01452-000(11) 3030-7177
1.6 Consultor Especializado: ../-
1.7 Empresa Especializada para administrar as locações: ../-
1.8 Outros prestadores de serviços¹:
Não possui informação apresentada.

2.

Investimentos FII

2.1 Descrição dos negócios realizados no período
Relação dos Ativos adquiridos no períodoObjetivosMontantes InvestidosOrigem dos recursos
Certificados de Recebiveis ImobiliariosAtivo Alvo do Fundo - busca de rentabilidade 48.351.860,60Patrimonio Liquido do Fundo
Cotas de Fundos de Renda FixaAtivo de Liquidez - previsto no regulamento do Fundo4.716.545,38Patrimonio Liquido do Fundo

3.

Programa de investimentos para os exercícios seguintes, incluindo, se necessário, as informações descritas no item 1.1 com relação aos investimentos ainda não realizados:

O Fundo investirá nos Ativos Alvo e Ativos de Liquidez observadas as regras descritas na Política de Investimentos, bem como as regras adicionais de seleção e de alocação de Ativos Alvo previstas no Regulamento.

4.

Análise do administrador sobre:

4.1 Resultado do fundo no exercício findo
O fundo chegou ao final do primeiro semestre de 2020 com 91,1% da carteira de investimentos alocada em CRI. A parcela remanescente, de 8,9%, estava alocada em instrumentos de caixa. O fundo tem seguido a estratégia de: (i) maximizar a alocação em CRI; e (ii) selecionar ativos com taxas elevadas, suportados por estruturas adequadas de garantias. Nos doze meses encerrados em junho de 2020, o fundo distribuiu R$ 4.012.417,39 em rendimentos aos cotistas, o equivalente a R$ 8,13/cota. Esse valor, combinado à valorização de 1,98% da cota patrimonial, proporcionou a rentabilidade total de 10,45% no período.
4.2 Conjuntura econômica do segmento do mercado imobiliário de atuação relativo ao período findo
O mercado de CRI cresceu significativamente nos últimos doze meses, com recordes em emissões e expansão do estoque de operações. Em termos gerais, a recuperação cíclica no segmento imobiliário e a redução das taxas de juros foram os dois fatores que mais contribuíram para o crescimento do mercado de CRI. Por outro lado, as operações realizadas continuaram a se concentrar no setor corporativo, o que indica a ainda baixa penetração do mercado de securitização no financiamento direto residencial, ou ainda no financiamento pessoal com garantia imobiliária. Do lado do investidor, muito em função da isenção fiscal sobre rendimentos, as maiores fatias adquiridas das emissões de CRI no ano em base consolidada foram para pessoas físicas, de forma direta, ou de forma indireta através de investimentos de Fundos de Investimento Imobiliário. No 1º semestre de 2020, segundo dados da Anbima, o montante consolidado de emissões de CRI alcançou R$ 6,9, crescimento de 31%.
4.3 Perspectiva para o período seguinte com base na composição da carteira
O fundo tem avançado na estratégia de maximizar a alocação em CRI e selecionar ativos com taxas elevadas, suportados por estruturas adequadas de garantias. Os ativos que compõem a carteira apresentam rentabilidade média superior aos títulos públicos indexados à inflação, em linha com o objetivo de superar o benchmark do fundo no médio/longo prazo.

5.

Riscos incorridos pelos cotistas inerentes aos investimentos do FII:

Ver anexo no final do documento. Anexos
6. Valor Contábil dos ativos imobiliários do FIIValor Justo, nos termos da ICVM 516 (SIM ou NÃO)Percentual de Valorização/Desvalorização apurado no período
Relação de ativos imobiliáriosValor (R$)
Certificados de Recebiveis Imobiliarios48.351.860,60SIM10,45%
6.1 Critérios utilizados na referida avaliação
Marcação a Mercado.
7.Relação de processos judiciais, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
8.Relação de processos judiciais, repetitivos ou conexos, baseados em causas jurídicas semelhantes, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
9.Análise dos impactos em caso de perda e valores envolvidos relacionados aos processos judiciais sigilosos relevantes:
Não possui informação apresentada.

10.

Assembleia Geral

10.1 Endereços (físico ou eletrônico) nos quais os documentos relativos à assembleia geral estarão à disposição dos cotistas para análise:
Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2277, CJ 202, São Paulo, Jardim Paulistano, SP
admfundos@vortx.com.br
10.2 Indicação dos meios de comunicação disponibilizados aos cotistas para (i) a inclusão de matérias na ordem do dia de assembleias gerais e o envio de documentos pertinentes às deliberações propostas; (ii) solicitação de lista de endereços físicos e eletrônicos dos demais cotistas para envio de pedido público de procuração.
A convocação da Assembleia Geral de Cotistas deverá ser feita por correspondência enviada diretamente para cada cotista, por correio eletrônico na qual, compete ao Administrador, cotistas que detenham no mínimo, 5% (cinco por cento) das cotas emitidas ou por um Representante (escolhido pelos demais cotistas) convocar a Assembleia Geral, observando os requisitos estabelecidos no Regulamento. A Assembleia Geral se instalará com a presença de qualquer número de Cotistas.
10.3 Descrição das regras e procedimentos aplicáveis à participação dos cotistas em assembleias gerais, incluindo (i) formalidades exigidas para a comprovação da qualidade de cotista e representação de cotistas em assembleia; (ii) procedimentos para a realização de consultas formais, se admitidas em regulamento; (iii) regras e procedimentos para a participação à distância e envio de comunicação escrita ou eletrônica de voto.
Por ocasião da Assembleia Geral ordinária, os titulares de, no mínimo, 3% (três por cento) das Cotas emitidas ou o Representante dos Cotistas podem solicitar, por meio de requerimento escrito encaminhado ao Administrador, a inclusão de matérias na ordem do dia da Assembleia Geral, que passará a ser ordinária e extraordinária. O pedido de que trata o Parágrafo 1º deve vir acompanhado de eventuais documentos necessários ao exercício do direito de voto, inclusive aqueles mencionados no parágrafo 2º do artigo 19-A da Instrução CVM nº 472/08, e deve ser encaminhado em até 10 (dez) dias contados da data de convocação da Assembleia Geral ordinária. Somente poderão votar na Assembleia Geral os Cotistas inscritos no registro de cotistas na data da convocação da Assembleia Geral, seus representantes legais ou procuradores legalmente constituídos há menos de 1 (um) ano. As deliberações da Assembleia Geral poderão ser tomadas, independentemente de convocação, mediante processo de consulta formal, formalizada por carta, correio eletrônico ou telegrama dirigido pelo Administrador aos Cotistas, para resposta no prazo de 30 (trinta) dias, devendo constar da consulta todos os elementos informativos necessários ao exercício de voto. No caso de deliberações a serem tomadas por consulta formal deverão ser aplicados todos os quóruns de deliberação aplicáveis para as Assembleias Gerais, bem como deverão ser observadas as formalidades previstas nos artigos 19, 19-A e 41, incisos (i) e (ii) da Instrução CVM nº 472/08.
10.3 Práticas para a realização de assembleia por meio eletrônico.
Os Cotistas também poderão votar por meio de comunicação escrita ou eletrônica, observado o disposto no Regulamento. O pedido de procuração, encaminhado pelo Administrador mediante correspondência, física ou eletrônica, ou anúncio publicado, deverá satisfazer aos seguintes requisitos: (i) conter todos os elementos informativos necessários ao exercício do voto pedido; (ii) facultar que o Cotista exerça o voto contrário à proposta, por meio da mesma procuração; e (iii) ser dirigido a todos os Cotistas.

11.

Remuneração do Administrador

11.1Política de remuneração definida em regulamento:
Pela administração do Fundo, nela compreendidas as atividades de administração do Fundo e demais serviços previstos no Artigo 29 da Instrução CVM nº 472/08, bem como as outras atividades descritas neste Regulamento, o Fundo pagará ao Administrador, pela prestação dos serviços, nos termos deste Regulamento e em conformidade com a regulamentação vigente, uma remuneração equivalente a 0,20% (vinte centésimos por cento) ao ano, à razão de 1/252 (um duzentos e cinquenta e dois avos), aplicado sobre o valor do Patrimônio Líquido diário do Fundo, observado o valor mínimo mensal de R$ 10.000,00 (dez mil reais) (“Taxa de Administração”). Em complemento à Taxa de Administração, o Administrador também será remunerado por sua participação em assembleias gerais e/ou reuniões que participar, no valor equivalente a R$ 500,00 (quinhentos reais) por hora/homem.
Valor pago no ano de referência (R$):% sobre o patrimônio contábil:% sobre o patrimônio a valor de mercado:
120.000,000,23%0,00%

12.

Governança

12.1Representante(s) de cotistas
Não possui informação apresentada.
12.2Diretor Responsável pelo FII
Nome: Marcos Wanderley PereiraIdade: 46
Profissão: DiretorCPF: 014.255.637-83
E-mail: mw@vortx.com.brFormação acadêmica: Superior Completo
Quantidade de cotas detidas do FII: 0,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data de início na função: 13/04/2018
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Nome da EmpresaPeríodoCargo e funções inerentes ao cargoAtividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram
Vórtx DTVM2016 até a presente dataAdministrador de Carteira de Valores MobiliáriosDistribuídora de Títulos e Valores Mobiliários
Banco Petra S.A.2009 a 2015Vice PresidenteResponsável pela estruturação e implantação da instituição das áreas de suporte
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
13.Distribuição de cotistas, segundo o percentual de cotas adquirido.
Faixas de PulverizaçãoNº de cotistasNº de cotas detidas% de cotas detido em relação ao total emitido% detido por PF% detido por PJ
Até 5% das cotas 128,00208.153,0041,17%27,68%13,49%
Acima de 5% até 10% 1,0039.984,007,91%0,00%7,91%
Acima de 10% até 15%
Acima de 15% até 20%
Acima de 20% até 30%
Acima de 30% até 40%
Acima de 40% até 50%
Acima de 50% 2,00257.426,0050,92%0,00%50,92%

14.

Transações a que se refere o art. 34 e inciso IX do art.35, da Instrução CVM nº 472, de 2008

Não possui informação apresentada.

15.

Política de divulgação de informações

15.1 Descrever a política de divulgação de ato ou fato relevante adotada pelo administrador, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores, indicando os procedimentos relativos à manutenção de sigilo acerca de informações relevantes não divulgadas, locais onde estarão disponíveis tais informações, entre outros aspectos.
Todos os atos ou fatos relevantes do Fundo serão divulgados na página do Fundo, www.vortx.com.br e no sistema FundosNet da B3 S.A.Brasil, Bolsa e Balcão (˜B3˜) e da CVM.
15.2 Descrever a política de negociação de cotas do fundo, se houver, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
A Política de Investimento a ser adotada pelo Fundo consistirá na aplicação dos recursos do Fundo nos Ativos, de forma a proporcionar ao Cotista remuneração para o investimento realizado, por meio: (i) do aumento do valor patrimonial de suas Cotas, advindo da valorização dos Ativos; (ii) do resultado obtido com a alienação de Ativos; (iii) do resultado obtido com a locação dos Ativos Imobiliários a terceiros; e especialmente (iv) de dividendos obtidos nas Sociedades Investidas.
15.3 Descrever a política de exercício do direito de voto em participações societárias do fundo, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
Não possui informação apresentada.
15.4 Relacionar os funcionários responsáveis pela implantação, manutenção, avaliação e fiscalização da política de divulgação de informações, se for o caso.
Não possui informação apresentada.
16.Regras e prazos para chamada de capital do fundo:
Não possui informação apresentada.

Anexos
5.Riscos

Nota

1.A relação de prestadores de serviços de que trata o item 1.8 deve ser indicada quando o referido prestador de serviços representar mais de 5% das despesas do FII