Imprimir

Informe Anual

Nome do Fundo: FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO GWI RENDA IMOBILIÁRIA - FIICNPJ do Fundo: 14.733.211/0001-48
Data de Funcionamento: 03/05/2012Público Alvo: Investidor Qualificado
Código ISIN: BRGWIRCTF022Quantidade de cotas emitidas: 382.017,00
Fundo Exclusivo? SimCotistas possuem vínculo familiar ou societário familiar? Não
Classificação autorregulação: Mandato: RendaSegmento de Atuação: HíbridoTipo de Gestão: AtivaPrazo de Duração: Indeterminado
Data do Prazo de Duração: Encerramento do exercício social: 31/12
Mercado de negociação das cotas: Bolsa Entidade administradora de mercado organizado: BM&FBOVESPA
Nome do Administrador: BR-CAPITAL DTVM S.A.CNPJ do Administrador: 44.077.014/0001-89
Endereço: AVENIDA NAÇÕES UNIDAS, 11857, CJ. 111- BROOKLIN NOVO- SÃO PAULO- SP- 04578908Telefones: 11-5508.3500
Site: WWW.BRCAPITAL.COM.BRE-mail: fundos@brcapital.com.br
Competência: 12/2016

1.

Prestadores de serviços

CNPJ

Endereço

Telefone

1.1 Gestor: BR-CAPITAL DISTRIBUIDORA DE TITULOS E VALORES MOBILIÁRIOS SA44.077.014/0001-89AVENIDA NAÇÕES UNIDAS, 11857 - CJ. 111 - SÃO PAULO -SP11-5508.3500
1.2 Custodiante: ../-
1.3 Auditor Independente: RSM FONTES AUDITORES INDEPENDENTES SOCIEDADE SIMPLES16.549.480/0001-84AVENIDA PEDROSO DE MOARES, 131 - 1º ANDAR - SÃO PAULO - SP11-2348.1000
1.4 Formador de Mercado: ../-
1.5 Distribuidor de cotas: ../-
1.6 Consultor Especializado: GWI EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS S.A.08.156.700/0001-81AVENIDA BRIGADEIRO FARIA LIMA, 3900 - CJ 602 - SÃO PAULO - SP11-3702.3236
1.7 Empresa Especializada para administrar as locações: AD SHOPPING AGÊNCIA DE DESENV DE SHOPPING CENTERS LTDA65.040.727/0001-48Avenida Major João Elias de Calazans, n° 83, sala 06 - Paraibuna - SP11-5102-3131
1.8 Outros prestadores de serviços¹:
Não possui informação apresentada.

2.

Investimentos FII

2.1 Descrição dos negócios realizados no período
Não possui informação apresentada.

3.

Programa de investimentos para os exercícios seguintes, incluindo, se necessário, as informações descritas no item 1.1 com relação aos investimentos ainda não realizados:

não há previsão

4.

Análise do administrador sobre:

4.1 Resultado do fundo no exercício findo
No exercicio encerrado em 31 de dezembro de 2016, o Fundo apresentou um Resultado Operacional de R$ 5.974mil, e um Lucro Líquido de R$ 2.086mil, impactado pelo Valor Justo dos imóveis do Fundo, que desvalorizaram em R$ 2.988mil. No exercício foram distribuidos aos cotistas R$ 4.733mil.
4.2 Conjuntura econômica do segmento do mercado imobiliário de atuação relativo ao período findo
Mesmo diante do atual cenário de crise pelo qual passou o país e o varejo no ano 2016, o qual registrou um recuo de 6,2% nas vendas, o mais acentuado da série histórica da Pesquisa Mensal de Comércio, iniciada em 2001 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e um fechamento recorde de 108,7 mil lojas formais que enceraram as atividades no ano, conforme estudo da CNC (Confederação Nacional do Comércio), o Shopping Praça da Moça conseguiu diminuir a vacância em 25%, de 1.246,43 m² (2015) para 932,93 m² (2016). Contudo, diante de tal crise, as vendas registraram um recuo de 2,77 % e as receitas do empreendimento recuaram em 3,58% frente ao ano de 2015. A queda na receita foi consequência do menor volume de vendas e dos descontos concedidos para manutenção dos lojistas neste momento de crise. A taxa de vacância de escritórios de alto padrão na cidade de São Paulo fechou o ano de 2016 em 29,1%, 1,2 ponto percentual acima do registrado no ano anterior. Contudo, mesmo com esse alto índice apontado por pesquisas, o conjunto 601 foi locado em abril de 2016, pelo prazo de cinco anos e no mês de abril será devidamente reajustado.
4.3 Perspectiva para o período seguinte com base na composição da carteira
Em 2017, com a perspectiva da melhora da economia, a administração do shopping prevê um aumento da receita em 5%. O contrato de locação do conjunto 601 será reajustado em abril/2018.

5.

Riscos incorridos pelos cotistas inerentes aos investimentos do FII:

Ver anexo no final do documento. Anexos
6. Valor Contábil dos ativos imobiliários do FIIValor Justo, nos termos da ICVM 516 (SIM ou NÃO)Percentual de Valorização/Desvalorização apurado no período
Relação de ativos imobiliáriosValor (R$)
Shopping Praça da Moça (23,06%), localizado na Rua Manoel da Nóbrega, 712, Diadema - São Paulo/SP64.494.899,80SIM-5,04%
Conjunto nº 601, do Ed. Birmann 31, localizado na Av. Brigadeiro Faria Lima, 3900 - São Paulo/SP14.149.662,00SIM3,18%
6.1 Critérios utilizados na referida avaliação
O conjunto 601 foi avaliado pelo Método Comparativo Direto de Dados do Mercado, e a Fração de 23,06% do Shopping Praça da Moça foi avaliado pelo Método de Renda na varainte "Valor Econômico pçor Fluxo de Caixa Descontado"
7.Relação de processos judiciais, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
8.Relação de processos judiciais, repetitivos ou conexos, baseados em causas jurídicas semelhantes, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
9.Análise dos impactos em caso de perda e valores envolvidos relacionados aos processos judiciais sigilosos relevantes:
Não possui informação apresentada.

10.

Assembleia Geral

10.1 Endereços (físico ou eletrônico) nos quais os documentos relativos à assembleia geral estarão à disposição dos cotistas para análise:
AVENIDA NAÇÕES UNIDAS, 11.857 - CJ. 111 - BROOKLIN NOVO - SÃO PAULO - SP
WWW.BRCAPITAL.COM.BR
10.2 Indicação dos meios de comunicação disponibilizados aos cotistas para (i) a inclusão de matérias na ordem do dia de assembleias gerais e o envio de documentos pertinentes às deliberações propostas; (ii) solicitação de lista de endereços físicos e eletrônicos dos demais cotistas para envio de pedido público de procuração.
Os cotistas poderão utilizar a via postal, ou comparecer em nossa sede na Avenida Nações Unidas, 11.857 - cj. 111 - 04578-908 - São Paulo - SP.
10.3 Descrição das regras e procedimentos aplicáveis à participação dos cotistas em assembleias gerais, incluindo (i) formalidades exigidas para a comprovação da qualidade de cotista e representação de cotistas em assembleia; (ii) procedimentos para a realização de consultas formais, se admitidas em regulamento; (iii) regras e procedimentos para a participação à distância e envio de comunicação escrita ou eletrônica de voto.
Poderão votar na assembleia geral os cotistas inscritos no registro de cotistas na data da convocação da assembleia, seus representantes legais ou procuradores legalmente constituídos há menos de 1 (um) ano. Para a comprovação da qualidade de cotista, ou representante legal/procurador de cotista, será exigida identificação pessoal, cópia dos documentos que comprovem a representação legal do cotista ou procuração. Na eventualidade de consultas formais, esta será formalizada em carta, telex, telegrama, fac-símile ou e-mail dirigido pela Administradora a cada Cotista para resposta no prazo máximo de 30 (trinta) dias. Não existe previsão no Regulamento do Fundo para participação à distância nas Assembleias.
10.3 Práticas para a realização de assembleia por meio eletrônico.
Não existe previsão no Regulamento do Fundo para a realização de Assembleias por meio eletrônico.

11.

Remuneração do Administrador

11.1Política de remuneração definida em regulamento:
No período de janeiro a novembro de 2016 a Administradora recebia, pelos serviços de administração do Fundo, com exclusão de qualquer outra remuneração, a quantia equivalente a 0,25% (vinte e cinco centésimos por cento) ao ano sobre o patrimônio líquido contábil do Fundo, sendo apurada mensalmente sobre o patrimônio líquido contábil do último dia útil do mês, dividido por 12. O valor da Taxa de Administração mensal será o maior valor entre o resultante deste cálculo e R$ 17.000,00 (dezessete mil reais) e paga no dia 05 de cada mês subsequente. Este valor de R$ 17.000,00 (dezessete mil reais) tem base em julho/2012 e será reajustado a cada mês de julho pela variação positiva do IGP-M. A partir de 1º de dezembro de 2016, conforme Artigo 19 do regulamento do Fundo, a Administradora passou a receber, pela prestação de serviços de gestão e administração do FUNDO, uma remuneração mensal equivalente a 0,25% (vinte e cinco centésimos por cento) ao ano sobre o valor de mercado do FUNDO, calculado com base na cotação de fechamento das cotas de emissão do FUNDO no último dia útil do mês anterior ao do pagamento da remuneração. A Taxa de Administração será apurada mensalmente, calculando-se 0,25% (vinte e cinco centésimos por cento) sobre o valor de mercado do FUNDO, calculado com base na cotação de fechamento das cotas de emissão do FUNDO no último dia útil do mês anterior ao do pagamento da remuneração, dividido por 12, assegurado um valor mínimo equivalente a R$ 17.000,00 (dezessete mil reais) por mês, nos termos do previsto no artigo 36 da Instrução CVM 472. Este valor mínimo tem base em dezembro/2016 e será reajustado a cada mês de dezembro pela variação positiva do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), divulgado pela Fundação Getúlio Vargas – FGV (“Taxa de Administração”).
Valor pago no ano de referência (R$):% sobre o patrimônio contábil:% sobre o patrimônio a valor de mercado:
253.616,120,31%0,26%

12.

Governança

12.1Representante(s) de cotistas
Não possui informação apresentada.
12.2Diretor Responsável pelo FII
Nome: HORACIO MARIO KLEINMANIdade: 73 ANOS
Profissão: ArquitetoCPF: 54646839768
E-mail: hmkleinman@brcapital.com.brFormação acadêmica: Arquitetura
Quantidade de cotas detidas do FII: 0,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data de início na função: 14/08/2012
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Nome da EmpresaPeríodoCargo e funções inerentes ao cargoAtividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram
BR-CAPITAL D.T.V.M. S.A.1991 até a presente dataDiretor ExecutivoDistribuidora de Títulos e Valores Mobiliários
UNITAS CONSULTORIA E EMPREENDIMENTOS LTDA.1991 até a presente dataDiretor ExecutivoConsultoria Imobiliária, Estruturação e Desenvolvimento de Empreendimentos Imobiliária.
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminal
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadas
13.Distribuição de cotistas, segundo o percentual de cotas adquirido.
Faixas de PulverizaçãoNº de cotistasNº de cotas detidas% de cotas detido em relação ao total emitido% detido por PF% detido por PJ
Até 5% das cotas 86,0086.771,0022,71%19,00%3,71%
Acima de 5% até 10% 1,0037.200,009,74%9,74%
Acima de 10% até 15%
Acima de 15% até 20%
Acima de 20% até 30%
Acima de 30% até 40%
Acima de 40% até 50%
Acima de 50% 1,00258.046,0067,55%67,55%

14.

Transações a que se refere o art. 34 e inciso IX do art.35, da Instrução CVM nº 472, de 2008

Não possui informação apresentada.

15.

Política de divulgação de informações

15.1 Descrever a política de divulgação de ato ou fato relevante adotada pelo administrador, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores, indicando os procedimentos relativos à manutenção de sigilo acerca de informações relevantes não divulgadas, locais onde estarão disponíveis tais informações, entre outros aspectos.
Todos os atos ou fatos relevantes do Fundo serão divulgados na página do Fundo, http://www.brcapital.com.br/site/conteudo/pagina/1,98+Fundo-de-Investimento-Imobiliario-GWI-Renda-Imobiliaria.html, e no sistema FundosNet da BM&FBOVESPA e da CVM.
15.2 Descrever a política de negociação de cotas do fundo, se houver, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
As cotas do Fundo são negociadas apenas na BM&FBOVESPA através de Corretoras de Títulos e Valores Mobiliários.
15.3 Descrever a política de exercício do direito de voto em participações societárias do fundo, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
http://www.brcapital.com.br/site/conteudo/pagina/1,94+Protocolo-de-Procedimentos-de-Investimento-Conduta-Funcional-Seguranca-da-Informacao-e-Politica-de-Voto-de-BR-Capital-em-Fundos-Focados-em-Real-E....html
15.4 Relacionar os funcionários responsáveis pela implantação, manutenção, avaliação e fiscalização da política de divulgação de informações, se for o caso.
- Carlos Orlandelli Lopes - Luiz Linares Cambero - Jacqueline Maria de França Carmo
16.Regras e prazos para chamada de capital do fundo:
Não possui informação apresentada.

Anexos
5.Riscos

Nota

1.A relação de prestadores de serviços de que trata o item 1.8 deve ser indicada quando o referido prestador de serviços representar mais de 5% das despesas do FII