Imprimir

Informe Anual

Nome do Fundo: VECTOR QUELUZ LAJES CORPORATIVAS FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIARIOCNPJ do Fundo: 13.842.683/0001-76
Data de Funcionamento: 14/11/2012Público Alvo: Investidor Qualificado
Código ISIN: BRVLJSCTF004Quantidade de cotas emitidas: 32.908,55
Fundo Exclusivo? SimCotistas possuem vínculo familiar ou societário familiar? Não
Classificação autorregulação: Mandato: RendaSegmento de Atuação: Lajes CorporativasTipo de Gestão: AtivaPrazo de Duração: Indeterminado
Data do Prazo de Duração: Encerramento do exercício social: 31/12
Mercado de negociação das cotas: Bolsa Entidade administradora de mercado organizado: BM&FBOVESPA
Nome do Administrador: PLANNER CORRETORA DE VALORES SACNPJ do Administrador: 00.806.535/0001-54
Endereço: Avenida Brigadeiro Faria Lima, 3900, 10º andar- Itaim Bibi- São Paulo- SP- 04538-132Telefones: (11) 2172-26000800 179 444(11) 2172-2667
Site: www.planner.com.brE-mail: investfundos@planner.com.br
Competência: 12/2020

1.

Prestadores de serviços

CNPJ

Endereço

Telefone

1.1 Gestor: Queluz Gestão de Recursos Financeiros Ltda07..25.0.8/64/0-00Rua Visconde de Pirajá, n° 351 — Cj. 1005, Ipanema, RJ(11) 3586-8119
1.2 Custodiante: ../-
1.3 Auditor Independente: BAKER TILLY PARTNERS AUDITORES INDEPENDENTES S/S18..59.6.9/45/0-00Rua Castilho, 392, 4º andar – Cj 42 - Brooklin - CEP 04568-010 - São Paulo - SP(11) 5102-2510
1.4 Formador de Mercado: ../-
1.5 Distribuidor de cotas: ../-
1.6 Consultor Especializado: ../-
1.7 Empresa Especializada para administrar as locações: ../-
1.8 Outros prestadores de serviços¹:
Não possui informação apresentada.

2.

Investimentos FII

2.1 Descrição dos negócios realizados no período
Não possui informação apresentada.

3.

Programa de investimentos para os exercícios seguintes, incluindo, se necessário, as informações descritas no item 1.1 com relação aos investimentos ainda não realizados:

Não possui informação apresentada.

4.

Análise do administrador sobre:

4.1 Resultado do fundo no exercício findo
No exercicio encerrado em 31 de dezembro de 2020 o Fundo apresentou um Resultado Operacional de R$ 2.619 mil, e um Lucro Líquido de R$ 8.976 mil. No exercício houve distribuíção aos cotistas de R$ 1.614mil.
4.2 Conjuntura econômica do segmento do mercado imobiliário de atuação relativo ao período findo
O segmento dos loteamentos foi marcado, em 2020, pelos efeitos da pandemia sobre a indústria da construção civil. Os principais impactos foram: • redução da oferta de imóveis, fruto da insegurança de incorporadoras e compradores com as restrições impostas pelo COVID-19. Dados do SECOVI - Sindicato das Empresas de Construção Civil, com base da aprovação de empreendimentos, apontam redução de ordem superior a 20% na oferta de lotes, em comparação com o período anterior; • aumento das vendas, como consequência de mudança de entendimento sobre moradia e atributos de valor associados aos imóveis, no sentido de valorizar moradias horizontais, qualidade e flexibilidade do espaço, ou ainda acesso a áreas verdes e de lazer. Dados da AELO - Associação das Empresas de Loteamentos, apontam até o 3ºtrimestre de 2020, aumento da ordem de 4% nas vendas, em comparação ao mesmo período do ano anterior.
4.3 Perspectiva para o período seguinte com base na composição da carteira
Pelo lado da demanda, ao final de 2020 havia percepção de aumento da confiança do consumidor, perspectiva de melhor enfrentamento da pandemia e perspectiva de retomada econômica. A possibilidade de ondas subsequentes da pandemia de COVID-19, e seu efeito sobre a economia e negócios, é uma incógnita e uma sombra, não só para o setor de loteamentos, mas como para a economia como um todo. Pelo lado da oferta, há expectativa de aumento de custos e insumos na construção civil, seja pela redução da atividade nas cadeias de insumos, como por efeito do câmbio e da inflação. Ao final de 2020, há duas linhas claras de tendência: retomada forte ou hibernação. Tendo em vista que o setor responde rápido à melhora de expectativas, os incorporadores tendem a manter suas perspectivas de lançamentos, mas concentrar esforços de vendas na confirmação de cenários mais otimistas. Em relação ao FII Lajes, a carteira de loteamentos é formada por empreendimentos de padrão popular e médio. Nos empreendimentos de padrão mais popular, observou-se redução das vendas, aumento da inadimplência e de negociações envolvendo alongamento de prazo, postergamento de parcelas ou, em último caso, distratos. No empreendimento de padrão médio, com forte apelo à qualidade de vida e ao meio ambiente, observou-se incremento significativo de vendas, evolução positiva de preços e manutenção de inadimplência baixa. Entendemos que os fluxos de receita compostos pelos empreendimentos devem sofrer impacto negativo, possivelmente com adequação de parcelas e prazo, além de menor disponibilidade de recursos para amortizações extraordinárias. É possível que a velocidade de vendas dos estoques dos empreendimentos de padrão popular seja afetada pela pandemia, e que adequações no fluxo de pagamentos sejam necessárias se o cenário de stress perdurar ou se agravar ao longo de 2021.

5.

Riscos incorridos pelos cotistas inerentes aos investimentos do FII:

Ver anexo no final do documento. Anexos
6. Valor Contábil dos ativos imobiliários do FIIValor Justo, nos termos da ICVM 516 (SIM ou NÃO)Percentual de Valorização/Desvalorização apurado no período
Relação de ativos imobiliáriosValor (R$)
Não há0,00NÃO0,00%
6.1 Critérios utilizados na referida avaliação
Não possui informação apresentada.
7.Relação de processos judiciais, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
8.Relação de processos judiciais, repetitivos ou conexos, baseados em causas jurídicas semelhantes, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
9.Análise dos impactos em caso de perda e valores envolvidos relacionados aos processos judiciais sigilosos relevantes:
Não possui informação apresentada.

10.

Assembleia Geral

10.1 Endereços (físico ou eletrônico) nos quais os documentos relativos à assembleia geral estarão à disposição dos cotistas para análise:
Avenida Brigadeiro Faria Lima, 3.900 - 10º andar - Itaim Bibi - CEP 04538-132 - São Paulo - SP
Site Fundos Net: fnet.bmfbovespa.com.br/fnet/login - Site administradora: www.planner.com.br
10.2 Indicação dos meios de comunicação disponibilizados aos cotistas para (i) a inclusão de matérias na ordem do dia de assembleias gerais e o envio de documentos pertinentes às deliberações propostas; (ii) solicitação de lista de endereços físicos e eletrônicos dos demais cotistas para envio de pedido público de procuração.
Item (i) são utilizados como meios de comunicação aos cotistas:(a) FundosNet; (b) site da Administradora; (iii) escrita; e (iv) e-mail Item (ii) o endereço físico e eletrônico são disponibilizados no Edital de Convocação
10.3 Descrição das regras e procedimentos aplicáveis à participação dos cotistas em assembleias gerais, incluindo (i) formalidades exigidas para a comprovação da qualidade de cotista e representação de cotistas em assembleia; (ii) procedimentos para a realização de consultas formais, se admitidas em regulamento; (iii) regras e procedimentos para a participação à distância e envio de comunicação escrita ou eletrônica de voto.
Item (i) são solicitados os documentos societários do cotista, no momento da coleta de assinaturas na Lista de presença; Item (ii) a Consulta Formal é elaborada nos termos do Regulamento do Fundo e enviada a todos os cotistas, juntamente com a carta resposta; Item (iii) as manifestações dos cotistas, deverão ocorrer na forma prevista no comunicado até o horário estabelecido.
10.3 Práticas para a realização de assembleia por meio eletrônico.
Ao enviarmos a comunicação ao cotista sobre a realização da Assembleia, é disponibilizado o canal eletrônico para retorno da sua manifestação nos termos do Regulamento do Fundo, e quando a o envio desta pelo cotista, procedemos com a apuração do quorum no momento do encerramento do prazo para manifestação.

11.

Remuneração do Administrador

11.1Política de remuneração definida em regulamento:
Como remuneração de todos os serviços de que trata o Capítulo III, exceto os serviços de custódia a serem prestados pelo CUSTODIANTE, é devido pelo FUNDO aos prestadores de serviços de administração o montante equivalente a até 2,25 % (dois inteiros vinte e cinco centésimos por cento) ao ano sobre o patrimônio líquido do FUNDO (“Taxa de Administração”). A remuneração prevista no caput deste artigo deve ser provisionada diariamente (em base de 252 dias por ano) sobre o valor do patrimônio líquido do FUNDO e paga mensalmente, por períodos vencidos, até o 5º (quinto) dia útil do mês subseqüente. A remuneração da ADMINISTRADORA corresponderá ao montante equivalente de 0,14% (catorze centésimos por cento) ao ano sobre o Patrimônio Líquido do FUNDO, assegurado um valor mínimo mensal de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), a ser reajustado pelo IGP-M a cada intervalo de 12 (doze) meses.
Valor pago no ano de referência (R$):% sobre o patrimônio contábil:% sobre o patrimônio a valor de mercado:
NaNNaNNaN

12.

Governança

12.1Representante(s) de cotistas
Não possui informação apresentada.
12.2Diretor Responsável pelo FII
Nome: Artur Martins de FigueiredoIdade: 53
Profissão: Administrador de EmpresasCPF: 073.813.338-80
E-mail: afigueiredo@planner.com.brFormação acadêmica: PUC
Quantidade de cotas detidas do FII: 0,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data de início na função: 07/06/1999
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Nome da EmpresaPeríodoCargo e funções inerentes ao cargoAtividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram
Banco Bandeirantes de Investimentos S/A1986/1999Analista de Investimento Realizava acompanhamento de empresas de capital aberto, bem como o mercado financeiro de um modo geral, objetivando a elaboração de relatórios diários para definição de estratégias na administração de recursos de terceiros.
Planner Corretora de Valores S/A1999/2000GerenteCoordenação da Área de Agente Fiduciário, realizando entre outras atividades, o acompanhamento diário dos preços unitários das debêntures, controle dos “covenants” financeiros constantes da escritura de emissão, bem como avaliação das providências a serem adotadas nas emissões que encontram-se inadimplentes.
Banco Bradesco S/A2000/2001Gerente de UnderwritingRealização de prospecção de operações, nas quais as empresas utilizam o mercado de capitais como fonte de recursos para suportar investimentos e/ou alongamento de outros financiamentos / empréstimos. O trabalho consistia na prospecção propriamente dita, ou seja, visitas / reuniões com os potenciais emissores, bem como o acompanhamento do processo de registro da operação junto à CVM – Comissão de Valores Mobiliário e do procedimento de venda dos títulos ao mercado (basicamente investidores institucionais).
Grupo Planner 2001/ AtualDiretor / ConselheiroResponsável pela administração fiduciária de Fundos de Investimento
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminalNão
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadasNão
13.Distribuição de cotistas, segundo o percentual de cotas adquirido.
Faixas de PulverizaçãoNº de cotistasNº de cotas detidas% de cotas detido em relação ao total emitido% detido por PF% detido por PJ
Até 5% das cotas 4,004.107,6412,48%0,00%0,00%
Acima de 5% até 10% 3,005.863,1317,82%0,00%0,00%
Acima de 10% até 15% 3,0011.115,1533,78%0,00%0,00%
Acima de 15% até 20% 2,0011.822,6335,92%0,00%0,00%
Acima de 20% até 30%
Acima de 30% até 40%
Acima de 40% até 50%
Acima de 50%

14.

Transações a que se refere o art. 34 e inciso IX do art.35, da Instrução CVM nº 472, de 2008

Não possui informação apresentada.

15.

Política de divulgação de informações

15.1 Descrever a política de divulgação de ato ou fato relevante adotada pelo administrador, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores, indicando os procedimentos relativos à manutenção de sigilo acerca de informações relevantes não divulgadas, locais onde estarão disponíveis tais informações, entre outros aspectos.
Não possui informação apresentada.
15.2 Descrever a política de negociação de cotas do fundo, se houver, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
Não possui informação apresentada.
15.3 Descrever a política de exercício do direito de voto em participações societárias do fundo, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
Não possui informação apresentada.
15.4 Relacionar os funcionários responsáveis pela implantação, manutenção, avaliação e fiscalização da política de divulgação de informações, se for o caso.
Não possui informação apresentada.
16.Regras e prazos para chamada de capital do fundo:
Não possui informação apresentada.

Anexos
5.Riscos

Nota

1.A relação de prestadores de serviços de que trata o item 1.8 deve ser indicada quando o referido prestador de serviços representar mais de 5% das despesas do FII