Imprimir

Informe Anual

Nome do Fundo: FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO - FII BRASIL PLURAL ABSOLUTO FUNDO DE FUNDOSCNPJ do Fundo: 17.324.357/0001-28
Data de Funcionamento: 08/04/2013Público Alvo: Investidores em Geral
Código ISIN: BRBPFFCTF002Quantidade de cotas emitidas: 4.488.687,00
Fundo Exclusivo? NãoCotistas possuem vínculo familiar ou societário familiar? Não
Classificação autorregulação: Mandato: HíbridoSegmento de Atuação: Títulos e Val. Mob.Tipo de Gestão: AtivaPrazo de Duração: Indeterminado
Data do Prazo de Duração: Encerramento do exercício social: 31/12
Mercado de negociação das cotas: Bolsa Entidade administradora de mercado organizado: BM&FBOVESPA
Nome do Administrador: GENIAL INVESTIMENTOS CORRETORA DE VALORES MOBILIÁRIOS S.A.CNPJ do Administrador: 27.652.684/0001-62
Endereço: PR BOTAFOGO, 228, Sala 913 PARTE- Centro- Rio de Janeiro- RJ- 22.250-040Telefones: (11) 3206-8340(11) 3206-8888
Site: WWW.GERAFUTURO.COM.BRE-mail: middleadm@bancogenial.com
Competência: 12/2020

1.

Prestadores de serviços

CNPJ

Endereço

Telefone

1.1 Gestor: PLURAL GESTAO DE RECURSOS LTDA11.397.672/0001-07Rua Surubim, 373 - 1º andar- São Paulo - SP - CEP 04.571-05021 - 3923-3000
1.2 Custodiante: OLIVEIRA TRUST DTVM S.A36.113.876/0001-91Av Das Americas, 3434, Barra Da Tijuca, rio De Janeiro, RJ, CEP 22640-10221 - 3514-0000
1.3 Auditor Independente: KPMG AUDITORES INDEPENDENTES57.755.217/0003-90R DO PASSEIO, 38, SETOR 2 SALA 1701 SALA 1702 SALA 1703 SALA 1704; CENTRO; RIO DE JANEIRO - RJ; CEP: 20.021-290 (21) 3218-2051
1.4 Formador de Mercado: ../-
1.5 Distribuidor de cotas: PLURAL S.A - BANCO MÚLTIPLO45.246.410/0001-55PR DE BOTAFOGO, 228 - BOTAFOGO - Rio de Janeiro CEP 22.250-04021 - 3263-7000
1.6 Consultor Especializado: ../-
1.7 Empresa Especializada para administrar as locações: ../-
1.8 Outros prestadores de serviços¹:
Não possui informação apresentada.

2.

Investimentos FII

2.1 Descrição dos negócios realizados no período
Não possui informação apresentada.

3.

Programa de investimentos para os exercícios seguintes, incluindo, se necessário, as informações descritas no item 1.1 com relação aos investimentos ainda não realizados:

O Fundo tem como objetivo alocar seus recursos preponderante em cotas de outros Fundos de investimento imobiliário negociados em bolsa de valores, sendo obrigado por regulamento a manter um percentual mínimo de 90% nessa classe de ativos.

4.

Análise do administrador sobre:

4.1 Resultado do fundo no exercício findo
O fundo obteve um resultado patrimonial no em 2019 exercício de aproximadamente R$ 73 Milhões de Reais, impactado principalmente pelo rendimento de aluguel e pelo ajuste a valor de mercado da propriedade para investimento. A distribuição de rendimentos do ano foi superior aos 95% mínimos exigidos. O Fundo distribuiu a título de rendimento o montante de R$ 23 Milhões de Reais
4.2 Conjuntura econômica do segmento do mercado imobiliário de atuação relativo ao período findo
O mercado imobliário foi bastante impactado em 2020 em decorrência dos desdobramentos da pandemia do novo coronavírus. Com o avanço da pandemia, o mercado se viu cercado de incertezas, quanto ao impacto que poderia ser causado pelo vírus, e pelas medidas que buscavam conter o avanço deste. No Brasil, especialmente após medidas efetivas de paralisação da economia e restrição de mobilidade terem sido tomadas pelos governos, os efeitos começaram a ficar mais claro, com alguns ativos de shopping e hoteis passando por interrupção momentânea de distribuição de rendimentos e também com aumento de vacância nos ativos de lajes corporativas. A Pandemia também intensificou a utilização do e-commerce, o que por sua vez acabou beneficiando os ativos logísticos que passaram a ser negociados com prêmio. Esta conjuntura somada ao baixo nível de juros contribuiu para um aumento da inflação. Com isto, os fundos de recebíveis imobiliários tiveram uma excelente performance, uma vez que devido a grande diversificação e qualidade de crédito acabaram sofrendo muito pouco os impactos econômicos negativos enquanto que os ativos atrelados a inflação tiveram uma performance muito forte. No segundo semestre de 2020 observamos a movimento de redução das restrições, e os fundos e o mercado imobiliário por sua vez apresentaram leve melhora na expectativa de que os impactos negativos causados pelo novo coronavírus poderiam ter um impacto menor. Apesar de nem todos os setores terem sofrido tanto com o cenário de pandemia, e da moderada recuperação apresentada no segundo semestre do ano, o IFIX fechou 2020 em queda de 10,24% (frente forte valorização de 35,98% em 2019).
4.3 Perspectiva para o período seguinte com base na composição da carteira
No segundo semestre de 2020 o fundo fez uma nova captação jé em cenário de pandemia, desta forma a alocação dos recursos pôde ser feita de forma a considerar o cenário descrito acima, aumentando a exposição nos segmentos de melhor performance (Logística e Recebíveis imobiliários) em detrimento aos segmentos de lajes corporativas e shopping centers. A diversificação da carteira do fundo trouxe resiliência para momentos de estresse como este, e o FII Absoluto, finalizou o ano com uma carteira composta por 45 FIIs divididos entre os setores renda urbana, lajes corporativas, galpões logísticos, recebíveis imobiliários e shoppings. A perspectiva para o ano de 2021 é positiva, com possível arrefecimento dos efeitos da pandemia, seguida de retomada da economia. Apesar disto seguimos com uma carteira diversificada e posicionada nos segmentos que acreditamos ter mais resiliência mesmo em cenários mais desafiador pois seguimos monitorando o risco no curto prazo do aumento dos casos no Brasil e no mundo que poderão impor novas medidas de restrição à mobilidade urbana, o que geraria um retrocesso na trajetória de recuperação econômica, embora mitigado à medida que a vacina comece a ser disponibilizada ao longo do primeiro semestre. O que se viu até agora foi que os FIIs do segmento de CRI seguem como destaque devido aos elevados níveis de inflação dos últimos períodos, tanto do IPCA como, principalmente, do IGPM. Como pontos de atenção, destacamos os segmentos de lajes corporativas e de shopping centers que voltam a ser impactados negativamente pelo agravamento da pandemia, principalmente com o movimento de restrições à mobilidade urbana e os possíveis impactos negativos em relação ao retorno da atividade econômica. Apesar de, no curto prazo, o Brasil sofrer com a baixa oferta de vacinas, o início da produção de de novas doses aliado a possível avanço nos processos de aprovação e aquisição de outros imunizantes devem elevar a disponibilidade e aumentar ritmo de vacinação no segundo trimestre do ano. Este movimento pode ajudar a encurtar, ou amenizar, o novo período de restrições mais duras, aliviando a pressão sobre alguns segmentos do setor imobiliário que são mais impactados, além de melhorar perspectiva em termos de recuperação economia do país.

5.

Riscos incorridos pelos cotistas inerentes aos investimentos do FII:

Ver anexo no final do documento. Anexos
6. Valor Contábil dos ativos imobiliários do FIIValor Justo, nos termos da ICVM 516 (SIM ou NÃO)Percentual de Valorização/Desvalorização apurado no período
Relação de ativos imobiliáriosValor (R$)
FII AFINVCR (AFCR11)1.100.000,00SIM6,18%
FII ALIANZA (ALZR11)2.841.181,20SIM11,56%
FII BLUECAP (BLCP11)2.659.734,00SIM0,60%
BRESCO FII (BRCO11)957.264,00SIM-1,10%
BRESCO FII (BRCO13)5.934.318,24SIM0,00%
FII BC FUND (BRCR11)18.511.164,00SIM-28,40%
FII BTG CRI (BTCR11)7.728.078,58SIM34,69%
FII BTLG (BTLG11)13.826.000,00SIM7,61%
FII CAPI SEC (CPTS11)12.133.475,00SIM7,07%
FII VBI CRI (CVBI11)8.076.530,00SIM5,92%
FII GALERIA (EDGA11)2.488.037,10SIM0,00%
FII FL RECEB (FLCR15)2.028.400,00SIM0,00%
FII FL RECEB (FLCR17)1.019.700,00SIM0,00%
FII CSHGSHOP (HGBS11)8.645.200,00SIM-15,97%
FII CSHG CRI (HGCR11)7.635.000,00SIM-8,78%
FII CSHG LOG (HGLG11)12.615.700,00SIM8,29%
FII HG REAL (HGRE11)12.638.500,00SIM-9,18%
FII CSHG URB (HGRU11)18.170.865,00SIM10,02%
FII HSI LOG (HSLG11)3.246.000,00SIM6,67%
FII IRIDIUM (IRDM11)2.289.289,53SIM7,85%
FII IRIDIUM (IRDM13)491.985,92SIM0,00%
FII IRIDIUM (IRDM14)295.211,20SIM0,00%
FII SHOPJSUL (JRDM11)4.001.485,80SIM0,00%
FII JS REAL (JSRE11)13.829.110,00SIM1,02%
FII KINEA RI (KNCR11)10.446.000,00SIM-16,56%
FII KINEA HY (KNHY11)6.325.000,00SIM3,50%
FII KINEA IP (KNIP11)29.534.100,00SIM3,75%
FII LGCP INT (LGCP11)2.121.000,00SIM0,34%
FII MAUA (MCCI11)6.809.220,00SIM1,83%
FII MAXI REN (MXRF11)10.101.870,00SIM84,86%
FII POLO CRI (PORD11)7.881.445,00SIM3,10%
FII R INCOME (RBCO11)11.885.107,50SIM-12,87%
FII RIOB ED (RBED11)2.911.741,60SIM1,49%
FII RIOB ED (RBED13)472.656,08SIM0,00%
FII RB GSB I (RBGS11)533.733,20SIM-51,45%
FII RBR PROP (RBRP11)3.990.000,00SIM7,92%
FII RBRHGRAD (RBRR11)7.511.320,00SIM27,46%
FII RIOB RC (RCRB11)4.753.320,00SIM-7,51%
FII UBS (BR) (RECR11)3.614.000,00SIM4,93%
FII SDI LOG (SDIL11)7.872.080,00SIM20,84%
FII SPA (SPAF11)11.264.150,48SIM0,00%
FII VECTIS (VCJR13)7.993.728,87SIM0,00%
FII VALORAIP (VGIP11)4.014.970,56SIM9,67%
FII VALORAIP (VGIP13)4.010.543,62SIM0,00%
FII VINCILOG (VILG11)6.650.802,00SIM4,09%
FII VINCI SC (VISC11)11.863.350,00SIM10,00%
FII FATOR VE (VRTA11)10.190.657,50SIM11,62%
FII XP CRED (XPCI11)12.032.800,00SIM0,31%
FII XP INDL (XPIN11)2.120.400,00SIM3,03%
FII XP LOG (XPLG11)10.545.332,00SIM2,38%
FII XP LOG (XPLG13)2.542.216,04SIM0,00%
FII XP MALLS (XPML11)10.505.700,00SIM10,73%
Certificados de recebíveis imobiliários4.976.553,40SIM-7,02%
6.1 Critérios utilizados na referida avaliação
Valores de mercado.
7.Relação de processos judiciais, não sigilosos e relevantes
Nº do ProcessoJuízoInstânciaData da InstauraçãoValor da causa (R$)Partes no processoChance de perda (provável, possível ou remota)
5027040-79.2020.4.03.61007ª Vara Cível Federal de São Paulo1ª Instância28/12/2020200.000,00Autor: S e MALLS BRASIL PLURAL FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIARIO Réu:Delegado da Delegacia Especial da Receita Federal do Brasil de Instituições Financeiras - DEINFpossível
Principais fatos
Trata-se de Mandado de Segurança objetivando o reconhecimento do direito líquido e certo dos Fundos de Investimentos de não se sujeitar ao recolhimento de IR e IR-Fonte sobre o ganho que os Fundos de Investimentos Imobiliários auferem na alienação de cotas de outros Fundos de Investimentos, reconhecendo-se o direito de compensar os valores que foram, ou vierem a ser indevidamente pagos a título desses impostos, devidamente atualizados mediante a aplicação da taxa SELIC, desde a data dos pagamentos indevidos realizados.
Análise do impacto em caso de perda do processo
N/A
8.Relação de processos judiciais, repetitivos ou conexos, baseados em causas jurídicas semelhantes, não sigilosos e relevantes
Não possui informação apresentada.
9.Análise dos impactos em caso de perda e valores envolvidos relacionados aos processos judiciais sigilosos relevantes:
N A

10.

Assembleia Geral

10.1 Endereços (físico ou eletrônico) nos quais os documentos relativos à assembleia geral estarão à disposição dos cotistas para análise:
Rua Surubim, 373, térreo, Cidade Monções, São Paulo/SP
https://fnet.bmfbovespa.com.br/fnet/publico/abrirGerenciadorDocumentosCVM?cnpjFundo=17324357000128
10.2 Indicação dos meios de comunicação disponibilizados aos cotistas para (i) a inclusão de matérias na ordem do dia de assembleias gerais e o envio de documentos pertinentes às deliberações propostas; (ii) solicitação de lista de endereços físicos e eletrônicos dos demais cotistas para envio de pedido público de procuração.
(i) email: assembleia@genialinvestimentos.com.br; telefones: (11) 2137-8888, (21) 2169-9999 e (51) 2121-9500 para esclarecimentos julgados necessários. (ii)A manifestação de voto e, conforme o caso, a via original ou cópia reprográfica do instrumento de mandato, devidamente autenticada, ou pedidos de esclarecimentos deverá(ão) ser encaminhado(s) por escrito à Administradora no seguinte endereço aos cuidados do Sr. Rodrigo Godoy, com endereço na Rua Surubim, 373, Cidade Monções, na Cidade e Estado de São Paulo, ou por meio do e-mail: assembleia@genialinvestimentos.com.br.
10.3 Descrição das regras e procedimentos aplicáveis à participação dos cotistas em assembleias gerais, incluindo (i) formalidades exigidas para a comprovação da qualidade de cotista e representação de cotistas em assembleia; (ii) procedimentos para a realização de consultas formais, se admitidas em regulamento; (iii) regras e procedimentos para a participação à distância e envio de comunicação escrita ou eletrônica de voto.
i) A identificação dos cotistas é realizada mediante a apresentação de documentos comprobatórios, nos casos de voto presencial ou a distância. ii) Não há disposição no Regulamento sobre realização de Consultas Formais. Tal procedimento poderá ser realizado com autorização específica do órgão regulador. iii) Para a participação à distância, os cotistas enviarão o voto, juntamente com os documentos comprobatórios, no endereço eletrônico indicado na Convocação, dentro do prazo limite estabelecido. Poderão, também, conforme o caso, proferir o voto em sistema eletrônico de assembleia virtual disponibilizado pelo Administrador. Todos os procedimentos, regras e prazos estarão dispostos no Edital de Convocação.
10.3 Práticas para a realização de assembleia por meio eletrônico.
A assembleia por meio eletrônico poderá ser realizada com o envio da manifestação formal de voto por correio eletrônico ou por meio de plataforma digital desenvolvida para este fim específico disponibilizada pelo Administrador, nos termos do Edital de Convocação. A participação dos Cotistas no debate das matérias da Ordem do Dia poderá ser realizada por meio de aplicativo de reunião on-line, com a disponibilização do link na convocação, sendo a reunião gravada e arquivada pelo Administrador com o consentimento dos participantes

11.

Remuneração do Administrador

11.1Política de remuneração definida em regulamento:
DA REMUNERAÇÃO DO ADMINISTRADOR E GESTOR - Pelos serviços de administração e gestão será devida a taxa de administração (“Taxa de Administração”) de 0,4% (quatro décimos por cento) ao ano sobre o patrimônio líquido do Fundo, observado o valor mínimo fixo mensal equivalente a R$ 15.000,00 (quinze mil reais) (“Taxa de Administração Mínima”).A Taxa de Administração deverá ser apropriada à razão de 1/252 (um duzentos e cinquenta e dois avos) por dia útil e deverá ser paga mensalmente até o dia 05 do mês subsequente ao dos serviços prestados. A Taxa de Administração Mínima deverá ser atualizada positivamente e anualmente de acordo com a variação do IGP-M - Índice Geral de Preços do Mercado, apurado e divulgado pela Fundação Getúlio Vargas, com base no mês de constituição do Fundo. O Administrador poderá estabelecer que parcelas da Taxa de Administração sejam pagas diretamente pelo Fundo a prestadores de serviços contratados.
Valor pago no ano de referência (R$):% sobre o patrimônio contábil:% sobre o patrimônio a valor de mercado:
1.180.950,700,30%0,30%

12.

Governança

12.1Representante(s) de cotistas
Não possui informação apresentada.
12.2Diretor Responsável pelo FII
Nome: GUILHERME CHARNAUX GRUMSERIdade:
Profissão: DiretorCPF: 023.406.007-74
E-mail: Guilherme.Grumser@bancogenial.comFormação acadêmica: Economista
Quantidade de cotas detidas do FII: 0,00Quantidade de cotas do FII compradas no período: 0,00
Quantidade de cotas do FII vendidas no período: 0,00Data de início na função: 04/11/2014
Principais experiências profissionais durante os últimos 5 anos
Nome da EmpresaPeríodoCargo e funções inerentes ao cargoAtividade principal da empresa na qual tais experiências ocorreram
Grupo Brasil Plural10/2009 a atualSenior PartnerDiretor responsavel
Descrição de qualquer dos seguintes eventos que tenham ocorrido durante os últimos 5 anos
EventoDescrição
Qualquer condenação criminalN/A
Qualquer condenação em processo administrativo da CVM e as penas aplicadasN/A
13.Distribuição de cotistas, segundo o percentual de cotas adquirido.
Faixas de PulverizaçãoNº de cotistasNº de cotas detidas% de cotas detido em relação ao total emitido% detido por PF% detido por PJ
Até 5% das cotas 16.793,004.488.687,00100,00%92,33%7,67%
Acima de 5% até 10%
Acima de 10% até 15%
Acima de 15% até 20%
Acima de 20% até 30%
Acima de 30% até 40%
Acima de 40% até 50%
Acima de 50%

14.

Transações a que se refere o art. 34 e inciso IX do art.35, da Instrução CVM nº 472, de 2008

Não possui informação apresentada.

15.

Política de divulgação de informações

15.1 Descrever a política de divulgação de ato ou fato relevante adotada pelo administrador, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores, indicando os procedimentos relativos à manutenção de sigilo acerca de informações relevantes não divulgadas, locais onde estarão disponíveis tais informações, entre outros aspectos.
A Política de Divulgação de Fato Relevante estabelece diretrizes e procedimentos a serem observados na divulgação de fato relevante. A divulgação de fatos relevantes deve ser ampla e imediata, de modo a garantir aos cotistas e demais investidores acesso às informações completas e tempestivas sobre fatos relevantes, assegurando igualdade e transparência dessa informação a todos os interessados, sem privilegiar alguns em detrimento de outros, informações que possam, direta ou indiretamente, influir em suas decisões de adquirir ou alienar cotas do fundo, sendo vedado ao administrador valer-se da informação para obter, para si ou para outrem, vantagem mediante compra ou venda das cotas do fundo. A divulgação do fato relevante se dará por meio de publicação no web site da CVM, no web site do administrador, e, caso as cotas do referido fundo sejam negociadas em Bolsa, por meio do envio do fato relevante para a Bovespa, sem prejuízo de outro meio que o administrador entender necessário.
15.2 Descrever a política de negociação de cotas do fundo, se houver, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
Não aplicável, as cotas do fundo são admitidas à negociação entidade administradora de mercado organizado.
15.3 Descrever a política de exercício do direito de voto em participações societárias do fundo, ou disponibilizar o link correspondente da página do administrador na rede mundial de computadores.
A politica está descrita no regulamento do Fundo, disponível no link abaixo: https://www.genialinvestimentos.com.br/institucional/administracao-fiduciaria/
15.4 Relacionar os funcionários responsáveis pela implantação, manutenção, avaliação e fiscalização da política de divulgação de informações, se for o caso.
O Administrador possui equipes direcionadas para asseguração do cumprimento da política de divulgação de informações do Fundo.
16.Regras e prazos para chamada de capital do fundo:
Será de acordo com estabelecido em Assembleia Geral Extraordinária respeitando as regras do regulamento.

Anexos
5.Riscos

Nota

1.A relação de prestadores de serviços de que trata o item 1.8 deve ser indicada quando o referido prestador de serviços representar mais de 5% das despesas do FII